segunda-feira, 21 de outubro de 2013

A fé contra os vícios

A fé contra os vícios

Estudo norte-americano comprova os benefícios de quem se apega a Deus para se libertar das drogas








































A ciência comprova: a fé está mesmo associada a bons resultados na recuperação de viciados em entorpecentes de qualquer ordem. Ela também produz outros aspectos positivos, como maior otimismo em relação à vida e mais resistência ao estresse.
O estudo foi revelado na última Convenção Anual da Associação Americana de Psicologia (APA, na sigla original), em Washington, Estados Unidos. Pessoas que se recuperam de vício em drogas ou álcool (em alguns casos, ambos) foram acompanhadas por cientistas de conceituadas universidades norte-americanas, como as de Santa Clara e Alabama. Aquelas que optaram pela fé como força motriz apresentaram resultados bem superiores às demais na reabilitação – além dos já citados, um aumento da capacidade de encarar a situação, valorização do apoio de terceiros, baixa nos níveis de ansiedade e maior satisfação com a vida. Oração, crença em Deus e mais consciência da própria fé ganharam mais importância para aquelas pessoas em franca recuperação.
O estudo também levou em consideração algo importante: quem se apegou à fé propriamente dita ou apenas à religião. A fé ganhou de longe quanto aos benefícios terapêuticos, enquanto a religião foi detectada apenas como um “abafador” para o estresse.
Mais curioso ainda: os pesquisadores concluíram que grupos protestantes têm uma relação muito mais próxima entre fé e saúde psicológica, se comparados a católicos, especialmente no controle da ansiedade.
Um dos autores do trabalho, Thomas Plante, da Universidade de Santa Clara, espera que os estudos ajudem a aumentar a cooperação entre membros de organizações baseadas na fé e profissionais de saúde. Esses grupos têm trabalhado em parceria cada vez maior nos últimos anos, segundo o pesquisador, com resultados mais positivos.



UNIVERSAL SOCIAL
NA FUNDAÇÃO CASA
PROJETO BLOCO DE AJUDA AOS DEPENDENTES QUÍMICOS.




Aconteceu nesta última quinta feira na Fundação Casa UI São Paulo
Palestra sobra drogas Ministrada por Robson e Amauri,Integrante do projeto Dose Mais Forte da Igreja Universal do Reino de Deus.Robson relata como iniciou sua jornada no mundo das drogas,
Começou aos 13 anos na escola por simples curiosidade do efeito que a cocaína
Podia trazer depois de cheirada.
Ele não teve nenhuma informação ou orientação sobre os efeitos que as drogas podiam causar ao seu organismo.
E foi assim que começou se envolveu com todos os tipos de drogas permanecendo 10 anos nesta vida. ,e para sustentar o vicio, começou a roubar carro sempre armado com duas pistolas na cintura.
Passou por duas over doses, ficou tremendo todo e somente ouvia as vozes.
Dos parceiros em volta.
Já o Amauri iniciou no mundo das drogas como traficante e depois usuário, provou todo tipo de drogas cocaína, maconha, crack, LSD, lança perfume.
Também se envolveu com trafico de munição e armas e ficou nesta vida
Do crime e das drogas também por 10 anos.
Robson fala que quando os obreiros da Igreja falavam de DEUS para ele, respondia.
Que seu DEUS era as duas armas que carregava.
Ele fala que um dia drogou-se muito e foi andar de moto, sofrendo um grave acidente. Acordou em uma UTI do hospitalar sem um pedaço da sua perna.
Seus amigos do crime nenhum deles apareceram, mas a sua mãe estava lá para.
Dar o apoio que ele tanto precisava.
Então foi assim que resolveu deixar a vida errada que estava levando e procurou
Em DEUS força para sair das drogas e do crime. Igualmente Amauri depois de perceber
Que todos os amigos do crime tinham sido mortos, usou a inteligência e viu que se continuasse naquela vida o próximo seria ele. Então procurou a Igreja e lá o Pastor
orientou e levou a ter um encontro com DEUS.

PERGUNTAS:
INTERNO PERGUNTA – Se teve ajuda de muitas pessoas para sair das drogas?

Robson responde: Não, apareciam pessoas para levar cada vez.
Mais para o buraco das drogas e do crime

FUNCIONARIO FAZ UMA OBSERVAÇAÕ: Que os jovens são muito inteligentes
Mas não usam esta inteligência para coisas boas, ao contrario usam para coisas ruins.
E destrutivas.

PASTOR GERALDO VILHENA PERGUNTA: Se o viciado chega a trocar a namorada para
Conseguir as drogas?

Robson responde: Sim com certeza uma vez estava na boca, e chegou um casal.
O chefe da boca gostou da garota e o rapaz viciado trocou a namorada pela droga.

ANA MARIA PERGUNTA: Se ele chegou a trapacear os parceiros das drogas?

Robson responde: Não porque tinham pacto de lealdade entre eles, pois aquele que trapaceava pagava um preço muito alto, até mesmo com a própria vida.

INTERNO PERGUNTA: Se quando usava drogas tinha alucinações?

Robson responde: Sim varias vezes quando usava drogas pesadas tinha alucinações, via vultos pensava que estava sendo perseguido dentro da casa.

INTERNO PERGUNTA: O senhor chegou a matar (derrubar) alguém por causa das drogas?

Robson responde:
Não cheguei a matar ninguém, mas chegou a atirar no pé de uma pessoa.
Feriu mas não matou.


INTERNO PERGUNTA: Se a policia chegou a invadir sua casa para te pegar?

Robson responde: Sim, queriam levar eu e meus parceiros, mas minha mãe.
Colocou-se na frente dos policiais para ele não atirarem em mim.


INTERNO PERGUNTA: Quando estava deixando as drogas o seu organismo sentia falta teve ou teve crise?

Robson responde: Sim claro que tive, mas como aceitei Jesus Cristo, DEUS me deu força para superar a falta da droga em meu organismo.

Todos participarão da palestra os jovens internos e também os funcionários Com certeza uma palestra muito esclarecedora, feita por pessoas que vivenciaram o mundo das drogas e do crime, passando por todas as etapas até usar a inteligência e buscar força espiritual e direção em DEUS para sair definitivamente da vida errada e das drogas.




Robson ao final da Palestra tirou a prótese que usa em uma das pernas, para mostrar para os internos o preço que teve que pagar por se envolver com drogas e crimes.







Para encerrar a palestra Robson Freitas junto com voluntários fizeram uma oração para libertar aqueles jovens presentes dos vícios das drogas.

Um comentário:

  1. irmaõ robson eu coneço um casal que saõ depente quimico,e estao dispostos a serem enternados , eu preciso saber aonde tem em guarulhos uma casa de recuperaçao para casais, pois eles desseram que só vao juntos, nois estamos ajudando eles no que podemos, se voce souber de alguma casa de recuperaçao que aceitem o casal, e que nao cobre nada, por favor entar em contato conosco pelo tel 24517675, obrigado e a paz do senhor

    ResponderExcluir