segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

PERUAS PIRIGUETES, PATYS,





PATRICINHAS, PIRIGUETES E ATÉ O ESTILO "PERUA" DE SER REVELAM MUITO MAIS DO QUE UM ESTILO; COMPORTAMENTO PODE ESTAR ASSOCIADO A CONFLITOS INTERNOS MAL RESOLVIDOS
PATRICINHAS, PIRIGUETES E ATÉ O ESTILO "PERUA" DE SER REVELAM MUITO MAIS DO QUE UM ESTILO; COMPORTAMENTO PODE ESTAR ASSOCIADO A CONFLITOS INTERNOS MAL RESOLVIDOS

Não se sabe exatamente como surgiu o termo "piriguete", neologismo usado para designar mulheres cujo comportamento está indefinido entre a vulgaridade e o sensual. Para alguns filólogos, a palavra nasceu de trechos de músicas executadas durante as festas populares do Nordeste. Outros, ainda mais criteriosos, acreditam que termo vem do radical latino “periculum” mais a terminação "ete", expressão equivalente, no português, a "perigo constante". Mesmo assim, no bom português, principalmente no utilizado pelos soteropolitanos, piriguete quer dizer "mulher a perigo", ou seja, aquela que está pronta para atacar!

BARBIE, A "AVÓ" DAS PERIGUETES

Há quem acredite que o primeiro símbolo e representante daquilo que, mais tarde, se tornaria uma piriguete tenha sido a boneca Barbie, criação americana do início dos anos 60. As roupas insinuantes e a cor predominantemente rosa de seus assessórios ainda inspiram muitas garotas na hora de se vestir e no modo de se comportar.

"Muitas ainda não se encontraram
como mulher, estão cheias de dúvidas,
a saída, então, é tentar encontrar
uma identidade através da roupa"


Mas foi só a partir da década de 90 que o movimento de exaltação à sexualidade feminina, desprovida de sensualidade, adquiriu proporções maiores. E desta vez a influência não veio de nenhuma boneca, mas da música, principalmente com a difusão de grupos de axé da Bahia.

PARA AS "PATRICINHA", INSINUAÇÃO SEXUAL ESTÁ EM SEGUNDO PLANO: RAZÃO DE SER É O PRÓPRIO EGO

Para a maioria, a imagem que elas passam são a da futilidade, a de garotas metidas que vivem em um mundo cor de rosa gastando dinheiro. Mas a vida de uma patricinha não é feita apenas de shopping, moda, beleza e glamour.

"Nós também usamos
roupas normais, tipo C&A,
mas, sempre fashion"
(Bruna, 15 anos, "patricinha assumida")


Muitos psicólogos acreditam que esse estilo de ser, que se manifesta sempre na adolescência, possa esconder frustrações internas mal resolvidas decorrentes da passagem da vida infantil para a vida adulta. “Por isso todas as atenções das patricinhas estão voltadas para si mesmas. Muitas delas ainda não se encontraram como mulher, estão cheias de dúvidas, a saída, então, é tentar encontrar uma identidade através da roupa, dos acessórios”, explicam.

CRISES MAL RESOLVIDAS PODEM TRANSFORMAR "PATRICINHAS" DE HOJE EM "PERUAS" DE AMANHÃ, DIZEM PSICÓLOGOS

Ainda de acordo com essa correntes de pensamento, as patricinhas podem chegar à fase adulta, ou até mesmo à velhice, sem nunca terem se "encontrado" , sem nunca terem dissolvido muitas das crises existenciais da adolescência. "Quando isso acontece, o jeito patricinha de ser é levado para a posteridade, aí surgem o que, popularmente, a sociedade chama de ‘peruas".



UNIVERSAL NA FUNDAÇÃO CASA



Voluntários da UNIVERSAL estiveram presentes neste último domingo, na Fundação casa encosta norte, realizando um evento, com várias atividades para os internos, seus familiares e funcionários. A UNIVERSAL ela atua junto com a Fundação Casa, com um projeto que visa tirar os menores das ruas, das drogas, e principalmente levando a palavra de Deus. Fazendo isso ela tem feito o que se cumpre no Mateus cap.25:36 estava nu e me vestistes, enfermo, e me visitaste; preso; e fostes ver-me.



Para dar início ao evento, o Pastor Geraldo Vilhena Coordenador Estadual de Evangelização, nas Unidades da Fundação Casa de São Paulo, fez uma oração pedindo a proteção de Deus por todos os presentes. Com a ajuda do projeto Agente da Comunidade foi feita uma grande festa, com várias atrações, para divertir os adolescente,









e a festa foi animada com a presença da cantora Cristina Miranda, que além de cantar, pois todos para dançar, com sua animação,











Esteve presente também um integrante do Dose mais Forte, Amauri e Jeidsom o qual deram seu testemunho, falou que entrou no mundo das drogas, era traficante e com a ajuda do poder de Deus pode mudar de vida.





Para finalizar o evento foi feita a distribuição de centenas de livros da Biografia do Bispo Macedo para todos os jovens e familiares,





para a alegria foi servido bolo, refrigerante, salgados e docinhos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário