quarta-feira, 18 de julho de 2012

DOENÇAS EMOCIONAIS




METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL, O EQUIVALENTE A 3,5 BILHÕES DE PESSOAS, SOFRE DE ALGUM TRANSTORNO PSÍQUICO; DEPRESSÃO É O MAIS COMUM E ATINGE 400 MILHÕES


A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que quase metade da população mundial, o equivalente a cerca de 3,5 bilhões de pessoas, sofra de algum distúrbio de cunho emocional e que outros 400 milhões sejam vítimas da depressão, a mais comum das desordens psíquicas.

Ainda de acordo com a OMS, só na América Latina são 24 milhões as vítimas da depressão.  Sessenta por cento dos casos de suicídio envolvem vítimas da depressão, e é o sexo masculino o mais atingido. Os homens depressivos morrem quatro vezes mais por suicídio do que as mulheres, embora as estatísticas mostrem que elas cometem mais tentativas que eles.

ANSIEDADE ATINGE 1,75 BILHÃO NO MUNDO

Depois da depressão os transtornos de ansiedade, como fobias, transtornos obsessivo-compulsivos (TOC) e pânico são os mais freqüentes. Eles atingem 25% da população mundial (cerca de 1,75 bilhão). 

Todas essas enfermidades emocionais são capazes de limitar a vida completamente. Há inúmeros relatos de portadores de distúrbio de ansiedade, por exemplo, que dizem ter perdido quase tudo para o transtorno: o emprego, uma grande proposta de trabalho, amigos e até mesmo o casamento. Para os médicos, isso acontece porque, apesar de essas doenças estarem cada vez mais presentes na vida das pessoas, elas ainda  despertam muito preconceito, o que leva o doente a sofrer calado, piorando a situação.

PRECONCEITO

Muitos portadores de depressão ou de outros distúrbios psíquicos se recusam a fazer psicoterapia ou a tomar remédio. Esses, de acordo com os psiquiatras, devem praticar exercício físico com regularidade (melhora o humor e a autoimagem) e aumentar o número de atividades diárias capazes de lhes dar prazer. A comunidade médica também é unânime ao afirmar que cultivar uma crença e cuidar da “alma” responsavelmente proporciona resultados tão bons (senão melhores) que os obtidos por meio da medicação tradicional.

Um comentário:

  1. Realmente,todos estes distúrbios emocionais estão diretamente relacionados a nossa alma.
    Pois se não buscamos DEUS para nós fortalecer espiritualmente todos os dias ficamos a merce
    do mal e de suas consequências.

    ANA MARIA ALMEIDA
    IURD - BRÁS

    ResponderExcluir