sexta-feira, 29 de novembro de 2013

FOFOQUEIROS:SÓ EXISTEM PORQUE O POVO É CURIOSO, PORQUE MUITOS DÃO O QUE FALAR OU PORQUE NINGUÉM É PERFEITO?


FOFOQUEIROS:SÓ EXISTEM PORQUE O POVO É CURIOSO, PORQUE MUITOS DÃO O QUE FALAR OU PORQUE NINGUÉM É PERFEITO? A vontade de passar informações faz parte do homem. Ela faz parte da comunicação e, portanto, é uma ação natural. É assim que os povos acumulam e transferem conhecimentos. Essa é a tese defendida pela quase totalidade dos psicólogos e linguistas ao tratarem cientificamente da fofoca. Mas nem sempre essa prática é tão construtiva e importante. Na maioria das vezes, o “fofoqueiro” se esquece das conseqüências da informação que transmite. “Quando uma pessoa não controla o desejo violento de comentar ou criar algum boato, isso indicar um sintoma de a inveja”, alertam os pesquisadores. Há pesquisas recentes, realizadas nos Estados Unidos, que mostram, também, que o vaidoso, infestado pelo orgulho e pela arrogância, é o mais propenso a usar a fofoca no dia a dia. Os cientistas acreditam que essas pessoas se utilizam da fofoca quase sempre para denegri a imagem do outro, como tentativa de proteger a posição social que ocupam e o orgulho próprio. “É como se o indivíduo tivesse de estar o tempo todo diminuindo o ‘concorrente’ para não ter sua imagem maculada, o que é uma prova de que esse orgulho todo é infundado. Na verdade, ele não tem motivos concretos para sentir orgulho de si, daí partem para essa arma”, contam. Mas o que chamou mais a atenção dos cientistas norte-americanos foi o fato de terem constatado que os homens, na faixa entre 30 e 40 anos, fofocam, em média, duas vezes mais que as mulheres dessa mesma faixa etária. “Eles fazem uma fofoca a cada cinco minutos; as mulheres, a cada dez minutos ou mais”.


UNIVERSAL SOCIAL 
NA FUNDAÇÃO CASA.
























Voluntários e Jovens do Grupo Dose mais forte da Igreja Universal do Reino de Deus estiveram presentes neste último domingo18/04, na Fundação Casa Franco da Rocha UI 29, levando alegria e vida, em mais um evento com várias atividades para os internos, seus familiares e funcionários. Para dar início ao evento, o Pastor Geraldo Vilhena Coordenador Estadual de Evangelização, nas Unidades da Fundação Casa de São Paulo, fez uma oração pedindo a proteção de Deus por todos os presentes, e deu uma palavra de vida, ele falou sobre o sentido da verdadeira amizade, e fez uma pergunta quantos amigos vocês tinham quando estavam lá fora? E quantos amigos vieram visitá-los aqui dentro? Os adolescentes responderam que ninguém os procurou. Então o Pastor disse: Quem realmente os ama de verdade são os parentes de vocês que estão aqui, ressaltou também sobre a formação do caráter, que eles estão preparando para o futuro, e cabe cada um a sua escolha, disse ele. 




E fez perguntas se tinha alguém presente que queria falar algo. E uma jovem integrante do grupo jovem Elizabete falou sobre A CONCIÊNCIA JOVEM ,tudo passa pela mente e vai ao coração, falou também da sua transformação de vida, 



























esteve presente com a força jovem, um ex-interno deu seu testemunho, falou que já passou pela fundação casa, e com ajuda dos voluntários conheceu o Senhor Jesus, e hoje leva também a palavra de Deus. 



Integrantes do Grupo Dose mais forte tiveram oportunidade de dar uma palavra de fé para as famílias e internos.




Cantora Cristina Miranda também deu uma palavra de fé.


Um adolescente da fundação casa pediu perdão para sua mãe, por todas as tristezas que ela tem passado, e disse que ia mudar daqui pra frente.


No embalo da banda Nesher, e da cantora Cristina Miranda que animou todos os presente com sua belas canções, era servido muito bolo, doces, e refrigerantes. Durante o evento os voluntários distribuíram bíblias aos jovens,



























Jovem interno com a sua família lendo a Bíblia



e para a beleza das mães foi improvisado um salão de beleza onde puderam desfrutar de escova, cortes de cabelo, e muito mais.




Grupo Dose mais forte faz atendimentos para as famílias e jovens internos




Para finalizar, Tarcisio Carvalho de Melo da força jovem orou por todos pedindo a Deus a transformação de cada adolescente presente. Para nos da IURD é um prazer realizar este trabalho pois temos sido muito bem recebidos, pelos funcionários e pelos adolescente que sempre agradecem a nossa participação em cada evento.







 

Nenhum comentário:

Postar um comentário