sábado, 20 de maio de 2017

Novos bispos consagrados no Brasil, Estados Unidos e Angola

Novos bispos consagrados no Brasil, Estados Unidos e Angola
O crescimento da Obra requer do homem de Deus maior responsabilidade


publicado em 17/05/2017 às 00:15.

Por Jeane Vidal / Foto: Cedidas


Tags: novos bispos consagração



 


Quando Deus tirou Davi de trás das malhadas, de detrás das ovelhas (1 Crônicas 17.7), para consagrá-lo rei de Israel, Ele sabia que, para torná-lo naquilo que havia planejado, era preciso capacitá-lo, prepará-lo para tamanha responsabilidade, tendo em vista que ele era apenas um garoto, que pastoreava as ovelhas do pai.

Muitas lutas Davi teria de travar, com os inimigos mais poderosos, a começar pelo gigante Golias, até se tornar um grande rei, respeitado, admirado e amado por todos.

Por isso, a primeira coisa que Deus fez foi enviar o profeta Samuel até a casa de Jessé, para então derramar o azeite da unção sobre a cabeça de Davi e consagrá-lo. A partir daquele momento, Davi recebeu de Deus capacidade para governar o povo de Israel e derrotar todos os inimigos.

Ele era o menor da casa de seu pai, o mais incapaz, aos olhos da própria família, mas para Deus ele era a pessoa ideal para cumprir o propósito dEle. Era sincero, humilde, temente a Deus e, embora não fosse visto por ninguém, dava o seu melhor naquilo que havia sido colocado em suas mãos. Ele dava a vida pelas ovelhas.

Esse é o espírito do verdadeiro homem de Deus. Esse é o espírito dos pastores da Universal.

A exemplo de Davi, eles foram tirados de trás das malhadas. Muitos eram menosprezados, desvalorizados pela sociedade e pela própria família. Viviam perdidos nos vícios, na prostituição, na criminalidade, doentes, com uma vida miserável. Mas, ao chegarem à Universal e tomarem conhecimento da Verdade, se entregaram de corpo, alma e espírito e tiveram a vida completamente transformada. E, então, decidiram renunciá-la em favor dos aflitos.

Iniciaram uma jornada árdua, cheia de obstáculos e percalços, lágrimas derramadas no altar, mas gratificante, pelo prazer de servir ao Senhor Jesus e estarem incluídos no plano dEle: salvar o mundo.

Seguindo o que orienta a Palavra de Deus (1 Timóteo 3.1-10), após esses homens de Deus passarem por tantas coisas, tantas privações, perseguições e lutas para levar a Palavra de Deus, terem perseverado e permanecido fiéis, eles têm o seu ministério aprovado por Deus e pelos homens e recebem a consagração a bispo, a fim de serem capacitados para coisas ainda maiores.

Maranhão

No Brasil, na última semana de abril, foram consagrados mais dois bispos, no estado do Maranhão (foto acima).

O primeiro foi o bispo Mário Roberto de Lima Barbosa, de 60 anos — 32 deles servindo a Deus no Altar.

Nascido no estado da Bahia, o bispo Roberto, como é conhecido, chegou à Universal já casado, porém, com a vida e o casamento destruídos pelos vícios e pela prostituição. A esposa, Maria da Glória dos Santos Barbosa, com quem está casado há 37 anos, chegou à Igreja primeiro e foi quem buscou por ele. Tiveram a vida e o casamento restaurados e, após 1 ano, já estavam fazendo a Obra de Deus no Altar.

 


Já passaram por vários estados brasileiros: Bahia, Pará, Amazonas, Rondônia, Rio Grande do Norte e, atualmente, estão no Maranhão.

Para o novo bispo não existe nada mais gratificante do que fazer a Obra de Deus. “Essa consagração representa o prazer e a alegria de servir ao meu Senhor, ajudando pessoas que, se não fossem ajudadas, estariam mortas e, pior, no inferno.”

A outra consagração no estado foi do bispo Ildeglando de Oliveira Souza, que atende por bispo Oliveira e faz a Obra de Deus há 28 anos. Foi na mesma igreja em que se converteu que conheceu a esposa, Ozanir Pereira Alves de Souza, com quem está casado há 25 anos. Serviu a Deus nos seguintes estados: Ceará, Bahia, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Alagoas, Amazonas, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Maranhão, onde atualmente é responsável pelo grupo de obreiros voluntários do estado.

Ele se recorda de que, quando iniciou na Obra, havia uma perseguição muito grande contra a Igreja. “Nessa época as nossas igrejas eram apedrejadas e nós éramos perseguidos até nas ruas. Foi o próprio Deus que permitiu que acontecesse tudo isso, para nos fazer crescer e amadurecer.”

Estados Unidos

Nos Estados Unidos também foram consagrados, recentemente, mais três novos bispos. No último dia 25 de abril, o bispo Jean Carturani; no dia 5 de maio, os bispos Márcio Oliveira e Jeferson Murilo Vizerra.

O bispo Jean, de 37 anos, e a esposa, Bianca Carturani, de 35 (ambos na foto acima), são casados há 18 anos e estão na Obra há 16. Estiveram por 10 anos servindo a Deus nos Estados Unidos e, recentemente, foram enviados como responsáveis pela Universal à Guatemala, na América Central.

Para ele, a verdadeira consagração acontece muito antes de ele ser ungido com azeite. “Sempre tive essa consciência, e por essa razão sempre me senti honrado sendo obreiro, auxiliar ou pastor. Essa honra e responsabilidade sempre estiveram dentro de mim, e a cerimônia de consagração veio para confirmar tudo isso e sem dúvida alguma foi muito importante.”

Em 24 anos fazendo a Obra de Deus no Altar, o bispo Jeferson, de 41 anos, e sua esposa, Betânia de Lourdes Silva
Vizerra (ambos na foto abaixo), veem essa consagração como a aprovação do ministério deles. “É o sinal de que Deus tem recebido e aceitado as nossas ofertas no Altar dEle. E nos tornarmos mais servos ainda, e continuaremos servindo com a mesma intensidade.”


Além de vários estados brasileiros, eles já trabalharam em vários estados dos Estados Unidos e, atualmente, são responsáveis pelo trabalho da Universal no estado da Pennsylvania.

 


O bispo Marcio e a esposa, Daniela de Oliveira, tinham 20 e 18 anos de idade, respectivamente, quando foram chamados para o Altar e, em seguida, enviados para o estado de Minas Gerais com a responsabilidade  de iniciar o trabalho na cidade de São João Del Rei. Não havia nada ainda lá, teriam que começar do zero. “Mas a alegria de saber que começaríamos uma igreja superava todos os percalços. Não tínhamos ainda obreiros, havia escassez em tudo, mas não faltavam fé e alegria”, recorda-se ele.

Hoje o novo bispo está com 40 anos e há 14 desenvolve o trabalho nos Estados Unidos. Atualmente é responsável pelo trabalho da Universal em Dallas, no Texas.

Outras consagrações

No último dia 14 de maio aconteceram mais nove consagrações:

No Brasil, foram consagrados os bispos Joel de Araújo e José de Jesus Peixoto, ambos no estado de Sergipe; nos Estados Unidos, o bispo Alexandre Teixeira, em Houston, no Texas; em Angola, os bispos Antonio Chavonga, Manuel Antonio do Rosário Mendes, Ademilson Miguel Santos, Paulo Meireles Rosa Comba, Manoel Lopes da Silva e Alfredo Alberto. 




Projeto da UNIVERSAL faz um evento na Fundação CASA, Ruth Pistori.


Neste último domingo aconteceu um animado evento, os voluntários da Universal chegam à Fundação Casa Bom Retiro, cheios de fé e de muita alegria e com muito amor para ajudar as jovens internas, no clima de muita animação a primeira tecladista da Universal Cristina Miranda com a participação do cantor Junior Reis e da cantora Beatriz cantarão lindo louvores para glorificar o Sr.Jesus, com todos ali presentes. 





O Grupo de Teatro UNIVERSAL na Fundação CASA apresentou um peça cujo o nome O Leilão de Uma Alma.










Ao termino da peça o Bispo Geraldo Vilhena Coordenador responsável pela Evangelização na


Fundação Casa de São Paulo ensinou sobre como usar a fé para vencer todos os problemas. 



Em seguida todas as jovens internas receberam orações feita pelos voluntários da UNIVERSAL. 







Para finalizar o evento foram servido muitos bolos e refrigerantes e sorvetes para todos os presentes.





A direção da Fundação CASA, agradece pela iniciativa do Projeto UNIVERSAL na Fundação CASA.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

"Dia da Paz" na Namíbia

"Dia da Paz" na Namíbia
Evento especial reuniu milhares de pessoas no estádio Sam Nujoma. Veja como foi


publicado em 12/05/2017 às 00:15.

Por Sabrina Marques / Fotos: Cedidas


Tags: namíbia paz tribos himbas



 


No último dia do mês de abril, mais de 20 mil pessoas compareceram ao estádio Sam Nujoma, em Windhoek, capital da Namíbia, para participar do evento denominado “Dia da Paz”, que foi promovido pela Universal.

Um dia antes, pessoas vindas de várias partes do país chegavam ao local para poder garantir o melhor lugar. Nem mesmo o sono e cansaço de alguns impediram que o gramado e as arquibancadas do estádio ficassem lotados.

O evento foi comandado pelo bispo Alaor Passos, que há 1 ano e meio vem realizando o trabalho evangelístico da Universal na Namíbia. Durante a concentração, todos os presentes receberam a paz que vem de Deus, por meio de orações e da Palavra de fé, descrita nas Sagradas Escrituras:

“Mas Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53.5

“Muitos estão sendo castigados pelas doenças, miséria, sofrimento na família, mas existe uma promessa de que o Senhor Jesus já recebeu esse castigo, para que a paz entre em nossas vidas, então, vamos ao pé da cruz e vamos tomar posse dessa promessa e sair desse lugar com essa paz prometida dentro de nós”, disse o bispo.

 


Quebrando tradições

O principal foco do trabalho da Universal é ganhar almas para o Reino de Deus e, por isso, as suas portas sempre estão abertas para aqueles que desejam ter uma transformação de vida. Por isso, foi com imenso prazer que, durante o evento, a Universal recebeu integrantes da tribo Himba (foto ao lado), um dos poucos grupos étnicos na África que ainda mantêm as suas origens.

A tribo migrou da Angola para a Namíbia no início do século 16, na época conhecidos como hereros. No final do século 19 foram divididos em duas tribos, os hereros e os himbas.

Por mais de 30 anos o chefe da tribo Himba em Windhoek, Mutaa-Uombanda Kapika, sofreu com fortes dores na região do abdômen e, após participar de uma reunião na Universal, foi curado. Maravilhado, ele decidiu entregar a sua vida nas mãos de Deus, por meio do batismo nas águas. Ele autorizou a todos os membros da tribo que sofrem de qualquer enfermidade a também participarem das reuniões. Hoje são aproximadamente 50 himbas frequentando a Universal.







O que as mulheres da UNIVERSAL, fazem fora do Templo de Salomão.

Todo bem que aqui se faz, é uma semente que irá nascer.
E foi o que aconteceu na última terça-feira, na Fundação Casa Parada de Taipas, durante mais uma visita das mulheres da AMC. Incansáveis no trabalho de somar esforços para aumentar ações solidárias, elas deixaram no coração de cada interna, uma semente de amor e esperança, e promoveram uma grande festa, repleta de agradáveis surpresas.



A cantora Isis Regina iniciou o evento presenteando a todos com lindas canções, que contagiou a todos! A Banda musical Nova Essência também marcou presença com muita alegria e colocou todos pra dançar. A música é um elemento fundamental e de grande importância em eventos como esses.





A Presidente da AMC, Sra. Rosana Gonçalves, também foi homenageada pela Cantora Isis, que a entregou o primeiro CD gravado com músicas exclusivas da AMC. Ela ficou muito feliz com a surpresa e disse: “Todos os dias que antecedem nossa visita aqui, é muito especial”! Quando escrevemos essa faixa “Mais feliz é aquele que perdoa, do que aquele que é perdoado”, olhamos primeiramente para nossa vida. E foi por isso que eu quis trazer essa mensagem pra vocês também.
Sem o perdão de Deus somos como pássaros em uma gaiola, mas quando alcançamos o seu perdão, somos livres para voar.
E foi nesse clima de perdão que a Sra. Rosana pediu para que todos dessem as mãos, para clamarem pelo perdão e misericórdia de Deus. Na oração, disse que o perdão faz esquecer completamente todos os pecados, que são jogados no mar do esquecimento.



A associação de Mulheres Cristãs também se preocupou com a autoestima das internas e por isso as presenteou com lindas cestas de produtos de beleza, contendo: 05 secadores, 06 pranchas, 14 alicates de unhas, esmaltes, escovas de cabelo, algodão, creme para as mãos e kits completos de maquiagem.



A Sra. Rosana recitou um lindo poema sobre a areia molhada e, em seguida, cada uma das presentes recebeu o livro “O perdão”, do Bispo Macedo, e uma bíblia personalizada da AMC.Assim sendo, a AMC, mais uma vez, cumpriu sua missão de levar solidariedade e conforto espiritual para aqueles que mais precisam.













Para finalizar todos se deliciaram com muitos salgados,doces,sucos e refrigerantes oferecidos pelo grupo AMC. Ao som da Banda Essência.













Que Deus abençoe a todos.