segunda-feira, 28 de março de 2016

sábado, 26 de março de 2016

Jovens evangélicos da Fundação Casa dizem que filme de Os Dez Mandamentos é uma mensagem de esperança

Jovens evangélicos da Fundação Casa dizem que filme de Os Dez Mandamentos é uma mensagem de esperança

Garotos puderam sair para ver o filme sobre a vida de Moisés no cinema
Texto: -A +A
Do R7


João, Pedro e Tiago gostaram do filme sobre MoisésEduardo Enomoto/R7

Três adolescentes de 17 anos, que cumprem medida judicial de internação na Fundação Casa, em São Paulo, foram ao cinema para ver o filme de Os Dez Mandamentos. O passeio foi autorizado pela direção da instituição para ajudar na ressocialização dos jovens.

João, Pedro e Tiago (nomes fictícios) são evangélicos e fazem parte do PAR (Programa de Atenção Religiosa) da Fundação Casa e foram selecionados porque têm bom comportamento.

João morava perto da avenida Brigadeiro Luiz Antônio, na região central de São Paulo, e frequentou a igreja até os 13 anos de idade. A família se mudou para o bairro do Glicério, também no Centro, e ele se afastou dos cultos.

— Eu participava dos grupos de jovens, das festas e tudo o que tinha na igreja, mas aí vieram as más companhias e eu entrei para o crime. Aqui, na Fundação Casa, eu parei para pensar e vi que a minha mãe não merece isso. Ela ainda vai na igreja. Eu vou mudar de vida e Deus está me ajudando.

Pedro cresceu no Capão Redondo, na zona sul, em uma família de evangélicos. O desvio para o crime veio aos dez anos. A internação na Fundação Casa o reaproximou da religião.

— No mundão [fora da fundação] eu não sabia ler nem escrever, era só crime e coisas erradas. Aí eu peguei a Bíblia aqui dentro e aprendi a ler sozinho. Leio todos os dias os salmos e os provérbios. Não perco um culto.

 

Os jovens gostaram da história bíblica na telona do cinemaEduardo Enomoto/R7

Para Tiago, a hora do culto na Fundação Casa é o momento menos angustiante do dia.

— Antes [na rua] eu não dava muita atenção ao culto, nas palavras. Hoje, como eu entrei na Fundação, eu fico refletindo na minha vida, nas escolhas que fiz, aí vêm as palavras de conforto. Nós não temos alguém do lado para confortar, como se tem uma mãe ou um pai, então a palavra durante o culto é um conforto.

Os jovens já tinham lido a história de Moisés na Bíblia, mas a chance de ver todos os detalhes retratados na telona tocou o coração dos rapazes. "É incrível ver as cenas e poder absorver as coisas de Deus. É mais uma palavra de conforto para o nós. É também uma esperança numa vida melhor", completou Tiago.

Os Dez Mandamentos — O Filme entra nas últimas semanas de exibição nos cinemas e, apesar de as salas cheias, as redes têm novas sessões disponíveis em dias e horários diferentes. Corra para assistir ao filme que é sucesso de bilheteria em todo o País!

Acesse o R7 Play e assista à programação da Record quando quiser


Voluntários da UNIVERSAL, leva jovens interno da Fundação Casa na estreia do filme os DEZ MANDAMENTOS.






O inútil se tornou útil.

"O qual noutro tempo te foi inútil, mas agora a ti e a mim muito útil; eu to tornei a enviar." (Filemom 1 : 11)

Voluntários da UNIVERSAL e os responsáveis da Fundação CASA, leva jovens internos ao cinema para assistir o filme os DEZ Mandamentos.















O inútil se tornou útil.

"O qual noutro tempo te foi inútil, mas agora a ti e a mim muito útil; eu to tornei a enviar." (Filemom 1 : 11)

"Os Dez Mandamentos - O filme" na Fundação Casa
Longa foi exibido para 189 jovens e familiares



publicado em 18/03/2016 às 13:00.
Por Eduardo Prestes / Fotos: Marcelo Alves





O longa "Os Dez Mandamentos - O Filme" já ultrapassou a marca de 8,3 milhões de espectadores. Mas, além dos recordes, a superprodução da Paris Filmes também chega a quem está privado da liberdade.


No último dia 15 de março, o filme foi exibido dentro da Fundação Casa, na unidade Topázio, no bairro do Brás, na capital paulista, para 189 jovens, de 13 a 17 anos, que aguardam audiência para saber se terão que cumprir medidas socioeducativas ou se ganham a liberdade. “A exibição dentro da Fundação Casa é um fato inédito. Pela primeira vez um filme que está em cartaz nos cinemas foi exibido aqui. Os jovens estavam ansiosos para assistir”, afirma o coordenador pedagógico da unidade, Anderson Rodrigues da Silva, de 32 anos.


De acordo com a diretora da unidade, Rosângela Lima Marinelli, de 44 anos, o evento foi firmado depois que voluntários da Universal fizeram a proposta de apresentação do filme. “Achamos importante passar ‘Os Dez Mandamentos’ para os meninos, pois ele retrata isso, pessoas que estão privadas da liberdade. É uma oportunidade para que os jovens façam uma reflexão para as suas vidas”, disse.



Além dos internos, alguns pais puderam acompanhar a exibição. Para um deles, o comerciante José Bonifácio da Silva, de 42 anos (assim como para alguns dos jovens), foi a primeira vez que assistiu a uma sessão de cinema. “Foi importante para passar um tempo ao lado do meu filho, que está aqui há 20 dias. Eu gostei muito do filme e acho que ele também gostou”, disse. Para Alberto (nome fictício do filho), de 15 anos, o longa passa uma mensagem fundamental: “A importância da verdade para ser livre. Assistir a um filme também é diferente do que a gente faz aqui, da aula, do futebol”, comentou.


Segundo o responsável pelo trabalho social da Universal dentro da Fundação Casa, Geraldo Vilhena, de 64 anos, a ideia era dar aos meninos tudo o que um cinema de verdade reserva. “A realização do evento só foi possível por meio da ajuda de diversos parceiros que colocaram à disposição os equipamentos como o telão, as caixas acústicas, o projetor, os carrinhos de pipoca, refrigerantes e também dos voluntários que trabalharam. A ideia é fazer outros eventos desse tipo.”


O portal de notícias da Fundação Casa publicou matéria destacando o evento.

sábado, 19 de março de 2016

"Os Dez Mandamentos - O filme" na Fundação Casa Longa foi exibido para 189 jovens e familiares

"Os Dez Mandamentos - O filme" na Fundação Casa
Longa foi exibido para 189 jovens e familiares



publicado em 18/03/2016 às 13:00.
Por Eduardo Prestes / Fotos: Marcelo Alves





O longa "Os Dez Mandamentos - O Filme" já ultrapassou a marca de 8,3 milhões de espectadores. Mas, além dos recordes, a superprodução da Paris Filmes também chega a quem está privado da liberdade.


No último dia 15 de março, o filme foi exibido dentro da Fundação Casa, na unidade Topázio, no bairro do Brás, na capital paulista, para 189 jovens, de 13 a 17 anos, que aguardam audiência para saber se terão que cumprir medidas socioeducativas ou se ganham a liberdade. “A exibição dentro da Fundação Casa é um fato inédito. Pela primeira vez um filme que está em cartaz nos cinemas foi exibido aqui. Os jovens estavam ansiosos para assistir”, afirma o coordenador pedagógico da unidade, Anderson Rodrigues da Silva, de 32 anos.


De acordo com a diretora da unidade, Rosângela Lima Marinelli, de 44 anos, o evento foi firmado depois que voluntários da Universal fizeram a proposta de apresentação do filme. “Achamos importante passar ‘Os Dez Mandamentos’ para os meninos, pois ele retrata isso, pessoas que estão privadas da liberdade. É uma oportunidade para que os jovens façam uma reflexão para as suas vidas”, disse.







Além dos internos, alguns pais puderam acompanhar a exibição. Para um deles, o comerciante José Bonifácio da Silva, de 42 anos (assim como para alguns dos jovens), foi a primeira vez que assistiu a uma sessão de cinema. “Foi importante para passar um tempo ao lado do meu filho, que está aqui há 20 dias. Eu gostei muito do filme e acho que ele também gostou”, disse. Para Alberto (nome fictício do filho), de 15 anos, o longa passa uma mensagem fundamental: “A importância da verdade para ser livre. Assistir a um filme também é diferente do que a gente faz aqui, da aula, do futebol”, comentou.


Segundo o responsável pelo trabalho social da Universal dentro da Fundação Casa, Geraldo Vilhena, de 64 anos, a ideia era dar aos meninos tudo o que um cinema de verdade reserva. “A realização do evento só foi possível por meio da ajuda de diversos parceiros que colocaram à disposição os equipamentos como o telão, as caixas acústicas, o projetor, os carrinhos de pipoca, refrigerantes e também dos voluntários que trabalharam. A ideia é fazer outros eventos desse tipo.”


O portal de notícias da Fundação Casa publicou matéria destacando o evento.

quinta-feira, 17 de março de 2016

segunda-feira, 14 de março de 2016

Voluntários da UNIVERSAL e os responsáveis da Fundação CASA, leva jovens internos ao cinema para assistir o filme os DEZ Mandamentos

Voluntários da UNIVERSAL e os responsáveis da Fundação CASA, leva jovens internos ao cinema para assistir o filme os DEZ Mandamentos














O inútil se tornou útil.

"O qual noutro tempo te foi inútil, mas agora a ti e a mim muito útil; eu to tornei a enviar." (Filemom 1 : 11)