terça-feira, 31 de julho de 2012

ACREDITE SE QUISER. LEIA ESTE JORNAL E DEPOIS ME DIGA O RESULTADO.


Esta dinâmica é feita nas Unidades da Fundação Casa de São Paulo, com a orientação dos técnicos da Fundação Casa e Obreiros da IURD.

Pastor Geraldo Vilhena (Coordenador de evangelização em Unidades da Fundação Casa de São Paulo)


IURD NA FUNDAÇÃO CASA PERGUNTA:Qual a importância da Folha Universal nesta dinâmica?
Pastor Geraldo Vilhena responde: A Folha Universal é rica em diversas informações que edifica os jovens internos e famílias na parte espiritual e social.
IURD NA FUNDAÇÃO CASA PERGUNTA: Por que edifica na área espiritual?
Pastor Geraldo Vilhena responde: Por que os jovens tem informações de varias mensagens dos Bispos e pastores e também aos testemunhos de transformação de vida.
IURD NA FUNDAÇÃO CASA PERGUNTA: Com esta dinâmica senhor tem observado mudanças ?
Pastor Geraldo Vilhena responde: Sim                                                                depois da implantação deste projeto os jovens internos tiveram mais interesse pela leitura.  Tendo como conseqüência um grande crescimento espiritual e educacional  na vida dos jovens na Fundação Casa.

É usado como fonte a FOLHA UNIVERSAL.















domingo, 29 de julho de 2012

Universitários “analfabetos”

Dos 6,5 milhões de estudantes matriculados em curso superior, 38% não leem ou escrevem plenamente, revela estudo



O País tem cerca de 6,5 milhões de universitários e de todos que chegaram ao ensino superior no Brasil, somente 62% são plenamente alfabetizados. Isso significa que 38% ainda não dominam a leitura e a escrita, nem estão preparados para cálculos complexos. Essa estatística faz parte do Indicador de Alfabetismo Funcional (Inaf), divulgado este mês pelo Instituto Paulo Montenegro (IPM) e pela ONG Ação Educativa.


De acordo a consultora do IPM, Fernanda Cury, os dados indicam a necessidade de investimentos no ensino. "A qualidade da educação não acompanhou a abertura de vagas no ensino básico e na universidade." As matrículas nas faculdades cresceram 110% em uma década, segundo o Censo da Educação Superior de 2010.


Para a professora da Universidade de Brasília (UnB), Stella Bortoni, o problema não está no ensino superior. "A escola não está cumprindo o papel básico de ensinar a ler e o professor não é capacitado para lidar com as diferenças sociais dos alunos", diz. "A alfabetização é um processo que segue durante toda a vida e a família deve incentivar o jovem", acrescenta Stella.


O Inaf ainda aponta que o número de analfabetos caiu de 12% para 6% em uma década. Os analfabetos funcionais, que conseguem ler apenas informações simples, somam 27% dos brasileiros. Entre os que têm de 50 a 64 anos, o analfabetismo funcional atinge 52%. Isso ocorre porque muitos não tiveram acesso ao ensino quando estavam em idade escolar.


A população com nível básico de alfabetização foi a que mais cresceu, chegando a 47%. Entretanto, o percentual dos que alcançaram o nível máximo de leitura ficou quase inalterado, em torno de 25%. "As políticas públicas devem estimular os alunos a concluírem o ensino fundamental e médio", defende Fernanda Cury.


O Ministério da Educação informou à reportagem que o resultado do Inaf é "reflexo da exclusão histórica das classes populares à educação". Hoje, mais de 1 milhão de jovens e adultos estão matriculados no Programa Brasil Alfabetizado.

sábado, 28 de julho de 2012

Depressão e insônia nunca mais


A dona de casa Maristela Ramos de Azevedo, de 42 anos, sofreu durante 3 anos com incessantes dores de cabeça, insônia e depressão. “As dores eram tão fortes que, na tentativa de aliviá-las, cheguei a bater a cabeça contra a parede”, conta.


Com o passar do tempo esses problemas de saúde fizeram a depressão se intensificar, levando Maristela a pensar em suicídio por diversas vezes. “Perdi minha autoestima, não tinha forças para trabalhar, e os remédios não faziam mais efeito”, relembra.


Durante uma madrugada sem dormir, Maristela assistiu a uma programação da IURD na televisão. No início, resistiu, mas, em meio ao desespero, acabou participando de uma reunião, acompanhada do marido.


Após participar das correntes e usar a fé, a dona de casa afirma que foi libertada de todos os problemas que enfrentava. “Estou totalmente curada. E hoje a minha casa é um pedaço do céu”, define.

O querer e o realizar


Existem pessoas que glorificam a Deus, mas a vida é um caos total. Por que isso? Você aceita essa situação? Está satisfeito com a sua vida? Porque, do ponto de vista da fé inteligente, a situação caótica é inadmissível. Eu até creio que Deus permitiu que eu chegasse até uma situação e lutasse pela mudança. Será que o Deus em Quem nós temos crido não é o mesmo de ontem, hoje e que será eternamente?



Está escrito: "Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não o serve." (Malaquias 3.18) Ele mesmo suscita em nós essa crença, essa certeza de que veremos a diferença. E eu pergunto: como está a sua vida?


Você já deve ter percebido uma revolta dentro de mim. É assim que me sinto; eu definitivamente não aceito viver uma crença num Deus tão grande e viver uma vida tão diferenciada dos que estão servindo ao diabo.


A Bíblia ensina que a fé inteligente é loucura para os que se perdem. Veja o que o apóstolo Paulo fala sobre a fé. Ele diz assim: "Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente." (1 Coríntios 2.14)


No nosso meio existem pessoas abençoadas que estão, inclusive, há pouco tempo na Igreja, mas aprenderam rápido o caminho da conquista. A verdade é que o sacrifício é a menor distância entre o querer e o realizar. Dizer que crê em Deus é fácil, quero ver mostrar essa crença nEle. Quando a pessoa mostra a crença, ela não fica tímida diante daquilo que tem de ser feito, ela parte para o tudo ou nada.


Deus abençoe a todos.

SEPARADOS PELO SONO







     Estima-se que, no Brasil, cerca de 40% da população sofra com um ou mais dos 70 problemas relacionados ao sono. Nos Estados Unidos, calcula-se que 100 milhões durmam mal, manifestando dificuldades de sair da cama, sono durante a jornada de trabalho ou durante uma aula ou conferência. E no mundo, um terço da população (2 bilhões) tem dificuldade para dormir.
     Os dados são do Centro de Investigações sobre o Sono, do Hospital Henry Ford, em Detroit, EUA, que chama a atenção para as verdadeiras catástrofes que uma noite mal dormida por trazer, como acidentes aéreos, automobilísticos e ferroviários e algumas de proporções extremamente severas, como os acidentes nucleares em Chernobyl e no superpetroleiro Exxon, no Alasca. “Por causa de uma noite mal dormida pode acontecer a perda  de milhares de vidas e danos à natureza, além de baixa produtividade e acidentes rotineiros no trabalho”, alertam os pesquisadores americanos.
     Com relação ao ronco, os números são ainda mais impressionantes: 39 milhões de brasileiros roncam, e mais da metade da população norte-americana também sofre desse mal. Em ambas as populações, o ronco acontece em pelo menos quatro noites da semana, o que obriga um terço dos casais brasileiros e norte-americanos a dormir em quartos separados.
     Principalmente entre os brasileiros, distúrbios de sono são considerados um problema de menor importância. Para os médicos do Hospital Henry Ford, no entanto, esse pensamento, além de errado, pode pôr a vida de muitas pessoas em risco.
     “Mesmo os problemas mais corriqueiros como ronco, bruxismo e apneia do sono devem receber atenção e cuidados especiais. Esses distúrbios, aparentemente inofensivo, podem gerar consequências físicas graves, como  hipertensão, arritmias cardíacas e AVC (acidente vascular cerebral)”
.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

CRIANÇAS DESOBEDIENTES E MIMADAS






"FILHO É BOM, MAS DURA MUITO": EM UM DE SEUS TEXTOS MAIS CONHECIDOS, O ESCRITOR MÁRIO PRATA FAZ UM ALERTA BEM-HUMORADO, MAS REALISTA, AOS CASAIS QUE JÁ TÊM OU QUEREM TER FILHO


O escritor e roteirista Mário Prata, em um de seus textos mais conhecidos, intitulado "Filho é Bom, Mas Dura Muito", faz um humorado – mas realista -  alerta àqueles que desejam ser ou já são pai. Logo na primeira linha, Prata vai logo avisando:

"APROVEITA AGORA, PORQUE, DEPOIS QUE O SEU FILHO NASCER, VOCÊ NUNCA MAIS VAI TER SOSSEGO NA VIDA. VOCÊ NUNCA MAIS VAI DORMIR"

E as sucessões de alertas e avisos vão se seguindo por todo o texto, passando pela fase dos "porquês", do primeiro dia na escola, das corridas frequentes ao hospital, porque o guri se recusa a parar quieto, até chegar à fase mais temida por toda a família: a adolescência!

"APROVEITA AGORA, QUE ELE AINDA ESTÁ NA ADOLESCÊNCIA". Pois, quando entrar, você nunca mais vai ter sossego, nunca mais vai dormir Não se esqueça da íntima relação entre a palavra adolescência e adoecer. Não ele, mas, sim, você.

"APROVEITA AGORA, QUE ELE AINDA NÃO ESTÁ ANDANDO EM MÁS COMPANHIAS",porque você vai ter que aturar figuras saídas sabe-se lá de onde, com cabelos, brincos e tatuagens que você jamais poderia imaginar um dia conviver.


LIMITES: ENTRE PAIS E FILHOS, NEM TUDO DEVE SER DISCUTIDO

Os psicólogos deixam claro também que, na relação entre pais e filhos nem tudo é para ser discutido, nem tudo é para ser confessado. "A privacidade é uma necessidade de qualquer indivíduo, e com os adolescentes e as crianças não há por que ser diferente", alertam. Tal premissa é válida também para os pais que querem ter total controle sobre todos os aspectos da vida dos filhos.

"A PRIVACIDADE É UMA NECESSIDADE DE
QUALQUER INDIVÍDUO, E COM AS CRIANÇAS
 E OS ADOLECENTES NÃO HÁ
POR QUE SER DIFERENTE"

Muitos pais querem saber o que eles leem, o que veem na TV, sobre o que conversam na escola, ou então ficam ligando para o filho de cinco em cinco minutos para saber onde ele está e o que está fazendo. Se à primeira vista o comportamento parece exemplar, saiba que psicólogos e educadores não pensam assim.

"É PRECISO QUE OS PAIS CONHEÇAM BEM OS FILHOS, não para sufocá-los ou controlá-los impetuosamente, mas sim para ensiná-los a tomar todas aquelas decisões com autonomia, inteligência e responsabilidade".

quinta-feira, 26 de julho de 2012

CAROLINA VILHENA DIZ HOJE MEUS PAIS ESTÃO COMEMORANDO 32 ANOS DE CASADOS!!!! PENSO QUE P/ OS DIAS DE HOJE ISSO É MAIS QUE UMA VITÓRIA !! SINTO ORGULHO, SATISFAÇÃO E ADMIRAÇÃO !!! PARABÉNS !!!!!!!!



— com Fatima Giroto e outras 12 pessoas.
 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
 ·  ·  · há 12 horas · 

Pastor Geraldo Vilhena 32 anos de casado.E estou feliz sendo como o primeiro dia.


Entrevista Pastor Geraldo Vilhena para o blog IURDNAFUNDAÇÃOCASA




Entrevista com Pastor Geraldo Vilhena, está atualmente como Coordenador Estadual de evangelização em unidades da Fundação Casa de São Paulo.

IURDNAFundação casa: Qual foi a trajetória do Sr. Antes de chegar até a igreja?



Pastor Geraldo: Nasci em uma família católica e espírita, classe média alta, aos 17 anos entrei para as forças armadas era uma pessoa de confiança do governo viajava muito a trabalho do governo, no qual juntei muito dinheiro em função das diárias, também negociava veículos, possui uma centena de carros,


IURDNAFundação casa: O senhor possuía algum tipo de vício?



Pastor Geraldo:Era viciado em cigarros fumava até 3 maços de cigarros por dia, e vivia na prostituição.


IURDNAFundação casa:Qual foi o momento que o Senhor chegou ao fundo do poço?


Pastor Geraldo:No momento que no decorrer da minha vida comecei a perder tudo o que possuía, foi quando me envolvi na umbanda fiz muitas obrigações, estava sendo preparado para ser filho de encosto. E cada vez mais ia perdendo tudo, abandonei a carreira militar mesmo assim com toda dificuldade me casei com Creusa Vilhena casei aos 27 anos de idade, tenho 2 filhos após três anos de casado perdi tudo o que tinha, minha esposa foi morar com minha sogra, e eu fui viajar para o interior do estado, para tentar uma nova vida.


IURDNAFundação casa: após a mudança de Estado, o Senhor mudou de vida?


Pastor Geraldo: Perdi tudo ainda mais, fiquei praticamente no fundo do poço, eu pensei até no suicídio nadava no mar, pois pensava que seria uma morte mais tranquila.


IUDNAFundação casa: Como o Senhor conheceu a Igreja Universal do Reino De Deus?


Pastor Geraldo: foi através da minha esposa Creusa ela ouviu pela rádio o programa o despertar da fé, ela foi até a igreja e começou uma corrente da família,e ela foi para o interior me convidar para voltar para casa. Foi quando eu não tinha nem mais roupa, pedi uma roupa emprestada com um pescador, e voltei com minha esposa para a cidade.
Fui até a igreja foi quando vi as entidades manifestadas achei que era pago, que seria uma coisa comprada pelo Pastor, mais fui participando e me libertei tive um encontro com Deus.




IURDNAFundação casa: Após a Conversão como foi a vida do Senhor?


Pastor Geraldo: Eu comecei a lecionar, passei a ser professor do primário e trabalhava com serviços gráficos, e comecei prosperar novamente. No decorrer do tempo fui chamado para ser obreiro e evangelista e pastor.


IURDNAFundação casa: Hoje o Senhor e atual Pastor da IURD, A quanto tempo que o Senhor faz a obra?


Pastor Geraldo: Há 24 anos sirvo a Deus no altar e para mim e um prazer salvar almas para o Reino de Deus.


IURDNAFundação casa: O que representa a família para o Senhor?


Pastor Geraldo: A base de tudo pois foi com a ajuda da minha esposa que cheguei até a IURD se não fosse sua perseverança hoje não estaria aqui. Sou casado a 32 anos agora no mês de julho 26/07completa mais um ano juntos, posso resumir o casamento com uma frase” Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do Senhor.” (provérbios 18:22)




IURDNAFundação casa: O que representa a IURD para o Senhor?


Pastor Geraldo: A IURD para mim! minha mãe, enquanto outras denominações tinham medo de me evangelizar ela me acolheu, cuidou das minha feridas e sou eternamente grato por está porta aberta, agradeço em primeiro lugar ao Senhor Jesus, e peloBispo Macedo de ter feito um sacrifício para ter aIURD.

FOBIAS E MEDOS








"MUNDO EM PÂNICO": METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL, O EQUIVALENTE A 3,5 BILHÕES DE PESSOAS, SOFRE DE ALGUM TRANSTORNO PSÍQUICO; DEPRESSÃO É O MAIS COMUM E ATINGE 400 MILHÕES. COM ISSO, CONSUMO DE PSICOTRÓPICOS JÁ SUPERA O DE REMÉDIOS PARA PERDER PESO E BAIXAR COLESTEROL


A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS) estima que quase metade da população mundial, o equivalente a cerca de 3,5 bilhões de pessoas, sofra de algum distúrbio de cunho emocional e que outros 400 milhões sejam vítimas da depressão, a mais comum das desordens psíquicas. Com isso, o consumo de medicamentos psicoativos em países como Estados Unidos já superou o de remédios para a redução de peso e de colestorol.

TAMBÉM NOS ESTADOS UNIDOS FOI VERIFICADO QUE, ENTRE 1987 E 2007, o número de crianças diagnosticadas com algum tipo de transtorno de ordem psíquica aumentou 35 vezes. Na população adulta esse aumento foi de duas vezes e meia. Hoje, portanto, 10% dos americanos com mais de seis anos de idade tomam algum tipo de psicotrópico, especialmente os antidepressivos.

NA AMÉRICA LATINA O CENÁRIO POUCO MUDA, E AS VÍTIMAS DA DEPRESSÃO SOMAM 24 MILHÕES, sendo que  60% dos casos de suicídio registrados no continente envolvem pessoas desse universo, e é o sexo masculino o mais atingido. Os homens depressivos morrem quatro vezes mais por suicídio do que as mulheres, embora as estatísticas mostrem que elas cometem mais tentativas que eles.

ANSIEDADE ATINGE 1,75 BILHÃO NO MUNDO

DEPOIS DA DEPRESSÃO, OS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE, como fobias, transtornos obsessivo-compulsivos (TOC) e pânico são os mais freqüentes. Eles atingem 25% da população mundial (cerca de 1,75 bilhão). 

TODAS ESSAS ENFERMIDADES SÃO CAPAZES DE LIMITAR A VIDA COMPLETAMENTETE. Há inúmeros relatos de portadores de distúrbio de ansiedade, por exemplo, que dizem ter perdido quase tudo para o transtorno: o emprego, uma grande proposta de trabalho, amigos e até mesmo o casamento. Para os médicos, isso acontece porque, apesar de essas doenças estarem cada vez mais presentes na vida das pessoas, elas ainda  despertam muito preconceito, o que leva o doente a sofrer calado, piorando a situação.


CASO MARRONE


O CANTOR SERTANEJO MARRONE, DA DUPLA BRUNO E MARRONE, deixou temporariamente a agenda de shows de lado por causa da síndrome de pânico. De acordo com a assessoria de imprensa do cantor, Marrone sofreu uma forte crise de pânico quando embarcava para o Norte do País, no dia 31 de setembro, onde faria shows ao lado de Bruno. O sertanejo, que já havia confessado seu medo de voar, começou a chorar compulsivamente na hora do embarque. Por isso, foi submetido a avaliação clínica detalhada, que constatou o transtorno de pânico.

NO DIA 2 DE MAIO, MARRONE SOFREU UM ACIDENTE DE HELICÓPTERO em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Ele teve apenas escoriações leves, mas o piloto, Almir Bezerra, amputou parte da perna e Jardel Alves Borges, secretário e primo, sofreu traumatismo craniano. O choque emocional provocado pelo acidente com a aeronave pode ter sido o gatilho para que a crise de pânico se instalasse no cantor, mas, de acordo com médicos que o acompanham, o acidente, provavelmente, não foi determinante. "O mais provável é que Marrone já vinha trazendo consigo esse problema há anos, mas que só veio à tona agora, depois do acidente", disse. "Precisamos avaliá-lo melhor para só então decidir qual será o melhor tratamento para ele", completou.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

VAIDADE MASCULINA



PRODUTOS PARA CABELO, PELE E ATÉ ITENS DE MAQUIAGEM VOLTADOS PARA O PÚBLICO MASCULINO JÁ CORRESPONDEM A MAIS DE 50% DAS VENDAS NAS LOJAS DE COSMÉTICOS; "TANTA VAIDADE NÃO É PARA ATRAIR MULHERES, E SIM EGOCENTRISMO", DIZ O CRIADOR DO TERMO "METROSSEXUAL"


HOMENS DEMASIADA E ASSUMIDAMENTE VAIDOSOS JÁ TÊM UMA DENOMINAÇÃO PARA CHAMAR DE SUA: metrossexuais. Criado no início dos anos 90, o neologismo surgiu do espírito irrequieto do escritor inglês Mark Simpson, em artigo escrito para o jornal "The Independent". Simpson juntou as palavras 'metropolitano' e 'heterossexual', para designar os homens que vivem no meio urbano e têm preocupação exagerada com a aparência. E o nome caiu no gosto popular. Não pela criatividade de seu criador, mas graças ao crescimento exponencial de homens declaradamente narcisistas.

"A IDEIA DE QUE A VAIDADE MASCULINA
TEM COMO OBJETIVO ATRAIR MULHERES
É UMA INVENÇÃO DA PUBLICIDADE"
(Mark Simpson, criador do termo "metrossexual")


"METROSSEXUAL NADA MAIS É DO QUE O NARCISISTA DOS NOVOS TEMPOS", diz o escritor, que garante que a publicidade tratou de dar novos rumos ao neologismo, que, originalmente, não estabelecia nenhum paralelo com a qualidade de homem de espírito sedutor irredutível. "A ideia de que o metrossexual é sempre hétero e que seu cuidado com a aparência tem o objetivo de atrair as mulheres é uma invenção da publicidade", explica Simpson.

SEGUNDO O ESCRITOR, O HOMEM EXCESSIVAMENTE VAIDOSO SURGIU NO PERÍODO PÓS-GUERRA, quando o capitalismo se estabeleceu como sistema predominante. A partir de então, tal como as mulheres, os homens começaram a folhear as revistas masculinas para se adequarem aos padrões da moda, deixaram de cortar o cabelo no barbeiro e passaram a frequentar com mais assiduidade os institutos de beleza.

"O HOMEM VAIDOSO NÃO QUER ATRAIR MULHERES
ELE ESTÁ MAIS PREOCUPADO É COM O PRÓPRIO EGO"
(IDEM)

PROVA DISSO É QUE PRODUTOS PARA CABELOS, PELE E ATÉ ITENS DE MAQUIAGEMvoltados para o público masculino  já representam 50% das vendas nas principais redes de cosméticos do País.  Quase 2.500 desses estabelecimentos já contam com grupos  de  funcionários treinados exclusivamente para dar atendimento aos homens. "Usamos também um código de cores para que a linha masculina possa ser identificada rapidamente", explica a gerente de vendas de uma dessas lojas.

QUANDO INTERROGADOS, A MAIORIA DOS "CONSUMIDORES DE BELEZA"  confessa que o excesso de preocupação com a aparência não tem como finalidade conquistar mulheres. "O metrossexual de verdade está com a atenção totalmente voltada para si, e pouco tempo tem para gastar conquistando mulheres",  defende o  próprio criador da gíria.

terça-feira, 24 de julho de 2012

HOMOSSEXUALIDADE FEMININA



VIDA EM RISCO: HOMOFOBIA É RESPONSÁVEL POR CERCA DE 200 MORTES TODOS OS ANOS NO BRASIL, O MAIOR NÚMERO DA AMÉRICA LATINA; 98% DAS VÍTIMAS SÃO DO SEXO MASCULINO


SEGUNDO DADOS DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS), em média um homossexual é assassinado no Brasil a cada dia e meio, o que totaliza cerca de 200 vítimas por anos, o maior percentual entre todos os países da América Latina. Em 2010 foram 260 execuções de homossexuais, sendo que, deste montante, 98% eram do sexo masculino, o que prova que o lesbianismo ainda é mais tolerado que a homossexualidade entre homens. Ainda de acordo com a OMS, dos 2 mil homossexuais ouvidos pela Organização no Brasil no último ano, 96%  disseram já ter sido vítima de preconceito em casa, no trabalho e até na igreja que frenquentam.

LEIS ANTI-HOMOFÓBICAS SÃO MAIS RÍGIDAS NA EUROPA

FORA DO BRASIL A SITUAÇÃO NÃO É MENOS PREOCUPANTE, apesar de existirem leis mais rígidas de proteção aos homossexuais. Na Europa, por exemplo, pelo menos 25 países e outros 5 territórios proíbem a discriminação sexual com base na Orientação Sexual de cada indivíduo. Por outro lado, apenas dois países, Portugal e Suécia, incluem expressamente em Constituição esta proibição firmada nos outros 25 países europeus.

COM RELAÇÃO AO CASAMENTO DE PESSOAS DO MESMO SEXO com adoção, é permitido em cinco países: Bélgica, Holanda, Suécia, Noruega e Espanha. Outras leis que acabam beneficiando casais homossexuais são comuns em 12 nações europeias, entre elas, Alemanha, Dinamarca, Reino Unido e ainda França. Mesmo com todo esse aparato jurídico, a União Eurpeia registra grande número de mortes decorrentes da homofobia: são mais de 300 todos os anos.

PROBABILIDADE DE O HOMOSSEXUAL COMETER SUICÍDIO É TRÊS VEZES MAIOR DO QUE A DO HÉTERO

NO BRASIL NÃO EXISTEM ESTATÍSTICAS CONCRETAS, mas segundo pesquisa dos Arquivos Médicos de Pediatria e Adolescência dos Estados Unidos, a probabilidade de estudantes do ensino secundário que são gay, lésbica ou bissexual tentarem cometer suicídio é pelo menos 3 vezes maior em relação aos seus colegas heterossexuais.

ALIMENTO DO PRECONCEITO: HOMOSSEXUALIDADE TRATADA COMO TRANSTORNO MENTAL

ATÉ MEADOS DA DÉCADA DE 1990, a homossexualidade foi classificada pela OMS como um transtorno tipicamente mental. Apenas em 17 de maio de 1990 a assembleia geral da OMS aprovou a retirada do código 302.0 (Homossexualidade) da Classificação Internacional de Doenças e declarou que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Como nasce uma depressão em uma pessoa?





Pastor Geraldo Vilhena (coordenador de evangelização em unidades da Fundação Casa de São Paulo) fala para os jovens e famílias sobre depressão.




O que é a depressão?
Depressão é uma doença que atinge o humor da pessoa deixando-a com uma profunda tristeza.

Como nasce uma depressão em uma pessoa?
Nem sempre é possível identificar com certeza a causa que inicia uma depressão.
As causas são muitas, podemos  da alguns exemplos de causas de pessoas que se libertaram deste sofrimento: Estresse, modo de vida, acontecimentos graves como pessoas da família usando drogas, perca de um emprego,falta de dinheiro e outros.






Doenças psicológicas(Enfim, livre da depressão)

Sofrendo desde os 3 anos de idade, para a jovem, angústia parecia não ter fim
Ansiedade, desânimo, desmotivação, baixa autoestima, mudança de humor, insegurança e desejos de atentar contra a própria vida são alguns dos sintomas mais comuns de um indivíduo com depressão, doença que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), atinge 121 milhões de pessoas ao redor do mundo e está entre as principais causas que contribuem para incapacitar um indivíduo. A OMS prevê que, até o ano de 2020, a depressão passe a ser a segunda maior causa de incapacidade e perda de qualidade de vida.


Esse transtorno mental acomete pessoas de todas as idades, inclusive crianças. É caracterizado por um estado de humor deprimido. Geralmente o indivíduo apresenta sensação de angústia, desânimo, sente-se sem energia e tem uma tristeza profunda, às vezes acompanhada de tédio e indiferença.


Na infância, fatores como problemas conjugais entre os pais, cobrança exagerada da família, da sociedade e na escola podem levar a criança a desenvolver depressão.


Um caso de superação


A separação dos pais causou sequelas irreparáveis à auxiliar de faturamento Joice Gomes Ribeiro, de 28 anos. Chorava pelos cantos e sentia medo de ficar sozinha quando criança. Na adolescência, procurou preencher seu vazio nas baladas e bebidas. Porém, a depressão lhe tirava o desejo de viver, um sofrimento que parecia não ter fim. Aos 15 anos, tentou o suicídio por não suportar o fim de um relacionamento de 1 ano. Joice se jogou de um precipício de aproximadamente 10 metros de altura, em Arapongas, interior do Paraná. Chegou a ser internada para observação durante alguns dias, mas não sofreu nenhum dano físico
ou cerebral.


“Achava que minha vida não tinha sentido, pois dependia dos outros para ser feliz. Fiquei livre de muitos apuros graças às orações da minha avó, que frequentava a IURD. Somente estando no fundo do poço que reconheci que não poderia viver sem a ajuda de Deus. Meu vazio foi preenchido depois que me rendi a Ele”, relata.


Hoje a vida de Joice está totalmente transformada, tendo se reconciliado com os amigos e familiares. “Tudo mudou em minha vida, tenho prazer de viver e ajudar os que sofrem e sou voluntária do grupo Força Jovem. Dou aulas de espanhol e auxilio outros jovens a ter um encontro com Deus como eu tive”, testemunha.


Atenção


Os fatores psicológicos e sociais muitas vezes são consequências e não causas da depressão;


Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética;


Uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida;


Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.








domingo, 22 de julho de 2012

Uruguai quer maconha legal


Medida visa a combater mais de 2 mil bocas de fumo no país, mas iniciativa preocupa autoridades brasileiras
































Mais do que legalizar a maconha, o governo uruguaio pretende controlar a produção e a distribuição da droga no país a partir de 2013. O projeto de lei foi apresentado no fim de junho e tem o apoio do presidente José Mujica, que tem ampla maioria no Congresso (onde o texto será votado). A expectativa é de que a plantação tenha início em setembro e, depois de 6 meses, a droga comece a ser vendida.


"Será como ocorreu com o tabaco, o álcool, com a prostituição, casos em que os homens não queriam ver o que existia e aprenderam que era melhor organizar o que realmente existe", disse o presidente à rádio colombiana RCN, antes de explicar que pretende controlar um problema de saúde pública e ainda tirar dinheiro do crime organizado. "Temos no Uruguai cerca de 150 mil consumidores de maconha, que de alguma maneira precisam conseguir a droga porque são viciados. O mercado existe. Nós não o inventamos. Nossa tese é que esse mercado seja controlado pelo Estado por um preço razoável, registrando-se o que cada um consome", disse Mujica, informando que os consumidores não precisarão frequentar as mais de 2 mil bocas de fumo do país, pois serão cadastrados e poderão adquirir 30 gramas da droga por mês.


A provável legalização da maconha no país vizinho preocupa autoridades brasileiras, como o delegado federal Alessandro Lopes, responsável por cuidar de parte da fronteira com o Uruguai. "Não vou avaliar a lei de outro país, mas vai trazer reflexos para a fronteira, com certeza. Se um país passa a cultivar esse vegetal, aumenta a oferta e não descartamos um desvio dessa droga para o Brasil", alertou, ressaltando a possibilidade de o Uruguai virar um destino para brasileiros que desejam consumir livremente a droga. "Vai virar rota do narcoturismo e fatalmente vão brasileiros para lá, apesar do modelo de legalização ser diferente do que ocorre na Holanda", disse Lopes, citando o caso do país europeu que é destino turístico em razão de sua política de drogas, que foi revista e passará a ser proibida, já no ano que vem, para turista.


A Organização das Nações Unidas (ONU) aponta a legalização da maconha no Uruguai como uma "violação" da Convenção das Nações Unidas sobre as Drogas, segundo disse à Agência France Press (AFP) o diretor do escritório da ONU contra drogas e criminalidade, Yuri Fedotov, logo após divulgar que 200 mil pessoas morrem por ano por consumir drogas ilícitas. "A maconha não é uma droga tão inocente como alguns quiseram nos fazer acreditar. Produz mudanças irreversíveis em nível cerebral", completou Fedotov à AFP.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Droga da inteligência


Pílula que promete boas notas invade escolas e preocupa autoridades nos EUA

As escolas norte-americanas estão enfrentando problemas com alunos que usam remédios para ir bem nos estudos. A chamada "pílula da inteligência" já foi consumida por 25% dos universitários, segundo o jornal científico "Nature", e o consumo entre adolescentes pressionados por vagas em boas universidades chega a 40%


A situação preocupa as autoridades, que classificam a substância como um estimulante controlado, a mesma categoria da cocaína e da morfina. Os estimulantes, presentes em remédios para pessoas com déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), são vendidos somente com receita médica, mas estariam sendo comercializados por traficantes dentro das escolas.


30 horas acordado


As pílulas, quando usadas por quem não têm déficit de atenção, fazem com que a pessoa fique acordada por mais de 30 horas, sem perder a capacidade de concentração e memória, o que permite, por exemplo, estudar durante a madrugada, fazer uma prova sem dormir e ainda continuar cheio de energia. No entanto, essas substâncias podem viciar, causar problemas cardíacos, dor de cabeça, alucinações e distúrbios do sono, além de alterações no comportamento, situações ainda mais preocupantes entre seres humanos ainda em formação, como é o caso dos adolescentes.