segunda-feira, 31 de agosto de 2009

DÍVIDAS


DÍVIDAS:DIANTE DELAS, O MAIS DIFÍCIL É VENCER O SENTIMENTO DE IMPOTÊNCIA, HUMILHAÇÃO DOS CREDORES OU A BAIXA AUTOESTIMA? De acordo com dados obtidos através do Banco Central (BC) e divulgados na última semana pelo jornal O Estado de São Paulo, o endividamento do brasileiro cresceu 47% nos últimos 26 meses e, no primeiro semestre de 2009, o valor dessa dívida atingiu 35% da renda anual dos inadimplentes. O BC informou também que a inadimplência de pessoa física bateu recorde histórico em maio de 2008. Segundo o BC, o crescimento do nível de endividamento das famílias brasileiras é um movimento associado ao próprio desenvolvimento do mercado de crédito, que era ‘incipiente’ antes da consolidação da estabilidade da economia mundial. Mesmo assim, a partir de julho de 2009 começou-se a observar, ainda que de forma modesta, novo declínio no número de inadimplentes. O BC se mostra otimista com relação ao futuro financeiro das famílias brasileiras, mas acredita que o momento, pós-crise, pede cautela. A justificativa para o período de atenção se sustenta nos próprios dados divulgados pelo Banco Central: Mais de 15 milhões de clientes de bancos têm dívidas acima de R$ 5.000,00, número 47% maior que o medido em dezembro de 2005 e 13,6% maior que a marca alcançada um ano atrás; São 80 milhões de clientes com alguma dívida, mesmo que pequena; Cada consumidor tem, em média, 3 débitos diferentes (carro, casa e empréstimo); O uso do rotativo do cartão de crédito (não pagamento integral da fatura) cresceu 30,4% nos últimos 12 meses, ficando atrás apenas do crédito consignado (crescimento de 31,9%); A dívida das pessoas fisicas com os bancos somam R$ 442,4 bilhões. Desse total, 33% (R$ 146 bilhões) vencem em até 180 dias e 16,8% (R$ 74,7 bi) vencem em até 360 dias. Para os economistas, o brasileiro tem se endividado mais porque está mais otimista com a situação do País. “Talvez até mais otimista do que pode sugerir a realidade”, dizem. Por isso mesmo, eles aconselham: “Independentemente da situação do país, o mais seguro e prudente é evitar dívidas. A regra é simples: não deixe de comprar, mas compre apenas quando tiver dinheiro”.

A MARCA DA BESTA


A MARCA DA BESTA

Já não é mais nenhuma novidade a implantação de chips em seres humanos para a transmissão de informações de caráter pessoal.

O chip é um pequeno dispositivo do tamanho de um grão de arroz, com cerca de 12 milímetros, conhecido tecnicamente como transponder ou microchip. Este é implantado sob a pele e lido por um dispositivo de scanner, transmitindo assim, com alta velocidade, informações sobre seu portador.
No Brasil, mais de 40 empresários estão "chipados", 25 dos quais paulistas. O microchip cutâneo tem o seu maior uso entre pessoas que são alvo de sequestradores. O primeiro brasileiro que recebeu a implantação de um microchip foi uma vítima de tentativa de sequestro. Quem afirma é o engenheiro Ricardo Chilelli, presidente da RCI First Security, que foi membro da comunidade de inteligência e é ex-militar. O consultor é dono de uma empresa de Miami e foi responsável pela segurança dos casamentos do jogador Ronaldo e da cantora Madonna. Ele também é gestor de risco de sequestros e roubos para 55 famílias tradicionais de São Paulo.
PROTEÇÃO SOB A PELE
Chilelli informa que teve sua técnica iniciada em meados de 2003. "Você paga um preço por viver em São Paulo e Rio de Janeiro. O preço não precisa ser essa loucura; eu qualifico como loucura, e não nego isso aos meus clientes. É muito duro andar e saber que estou sendo observado até quando vou ao banheiro", comenta.
Hoje existe um total de mais de 2.118 famílias pré-cadastradas à espera de receber um microchip. Só no Rio Grande do Sul, há mais de 22 famílias. O engenheiro acredita, porém, que só 10% dessas pessoas necessitem realmente do dispositivo. Segundo ele, os candidatos à implantação do chip são pessoas ricas e/ou que já sofreram algum atentado ou algum tipo de violência. "São pessoas que viajam para países de risco, têm casa de praia ou campo em locais de difícil acesso, onde não há sinal para celular", explica.
Moisés Martins afirma que não pode haver incompatibilidade entre teologia, no sentido da revelação escriturística, com os avanços da ciência e da tecnologia. "Deus é o Senhor de toda a razão, de uma maneira ou de outra eu acredito que a veracidade das profecias bíblicas serão comprovadas em qualquer nível de avanço científico", afirma.
De acordo com o teólogo, de um modo ou de outro, verificar-se-á a veracidade da Bíblia. O professor acredita no domínio de uma tecnologia que seja capaz de fazer esse controle mais efetivamente.
"O que está sendo discutido dentro da revelação escriturística é um domínio que será exercido sobre toda a população marcada por uma evidência de malignidade", explica. Para ele, qualquer que seja o rumo dos acontecimentos, mesmo com algumas variantes, isso não se torna problemático porque a questão já está posta em termos do sucesso da previsão profética bíblica. O professor afirma que já há toda uma discussão em torno dessa questão do uso de tecnologia para um domínio em escala global. Ele chama a atenção para o fato de que as pesquisas que serão feitas nesse sentido acabarão por evidenciar que as Escrituras estavam corretas naquilo que dizem, porque, afinal de contas, para os cristãos, é uma questão de sustentar que a mente divina esteja se expressando aos homens. E essa mente é marcada pela capacidade absoluta de conhecimento de todas as coisas.
VERDADE PLENA
"A ciência vai avançando, mas as suas conclusões e os seus resultados jamais poderão entrar em rota de colisão em nome da verdade, com Deus que representa a verdade plena e absoluta e que não poderia errar nos seus prognósticos e nas suas colocações. Podemos ficar seguros com a tecnologia, ela vai apontar no sentido de confirmar valores referentes às profecias e, por outro lado, o caráter mais importante e central diz respeito a um domínio tecnológico sem paralelos na história da humanidade, que pode efetivar, sim, com absoluta correção, um domínio de um governo mundial como nunca se viu em tempos passados", finaliza o professor Moisés Martins.

domingo, 30 de agosto de 2009

UMA PALAVRA PODE MUDAR A SUA VIDA


LIVRE DO ÁLCOOL E DA COCAÍNA


Livre do álcool e da cocaína
A técnica de enfermagem Márcia Helena Machado, de 26 anos, conta que desde os 13 era viciada em álcool e cocaína. “A dependência química destruía minha saúde e meu lar. Não tinha forças para vencer a dependência”, conta. Ela estava sem esperanças de se libertar daquelas substâncias, mas recebeu um convite para participar da Corrente dos 70, na Igreja Universal, e foi abençoada. “Perseverei muito, não foi fácil, porém, alcancei a vitória. Atualmente, não consumo drogas, fiquei livre dos problemas de saúde estou casada e realizada. Jesus transformou a minha vida”, garante.

NOS BRAÇOS DE DEUS


Nos braços de Deus
O jovem brasileiro figura entre os mais religiosos do mundo. É esse o resultado de uma pesquisa realizada pelo instituto alemão Bertelsmann Stiftung, que investigou a crença de jovens em 21 países. Na escala de religiosidade, o Brasil ficou em terceiro lugar, apenas atrás da Nigéria e da Guatemala. A pesquisa mostrou que 95% dos jovens brasileiros, com idade entre 18 e 29 anos, se definem como religiosos. Além disso, 65% deles se dizem “profundamente religiosos”, e apenas 4% afirmaram que não possuem religião nenhuma. Na Nigéria, os que se dizem “profundamente religiosos” atingem 91%, seguido pela Guatemala, com 75%. Já os residentes do Reino Unido, Áustria e Rússia foram os que mais responderam não possuir religião, com 37%, 39% e 53%, respectivamente. De acordo com o médico psiquiatra Frederico Leão, coordenador do Núcleo de Estudos de Problemas Espirituais e Religiosos do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, em São Paulo, o brasileiro sempre esteve entre os povos mais religiosos, e esse retorno às práticas religiosas pela juventude acontece devido ao período turbulento em que o mundo se encontra. “O momento histórico que vivemos, com preocupações globais, estimula as pessoas a pensarem na religião e a buscarem algo a mais. O momento também é de consumismo exagerado, que foi seguido por uma crise global. Isso também leva as pessoas, principalmente os jovens, a se esforçarem em novas reflexões”, avalia o especialista. Pensando em termos mundiais, o psiquiatra lembra, ainda, que entre os locais onde a religião mais se manifesta estão o Brasil e os Estados Unidos, enquanto que na Europa os sinais de religiosidade andam mais escassos. “De alguma forma os europeus se afastaram mais das religiões e das crenças, enquanto que os brasileiros se aproximaram, assim como os norte-americanos, que sempre foram bastante religiosos”, conclui. Em outros questionamentos da pesquisa, o jovem brasileiro reafirmou as crenças pessoais. A maioria, 32%, afirmou pensar na religião frequentemente, enquanto que apenas 5% disseram nunca refletir sobre o assunto.

PF PRENDE 11 POR FRAUDES NO PAC


PF prende 11 por fraudes no PAC
A Polícia Federal (PF) prendeu 11 pessoas, na segunda-feira (10), por fraudes em licitações de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Cuiabá (MT). Os envolvidos teriam direcionado as licitações da Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap). De acordo com a PF, mesmo com preços acima do mercado, empresas do grupo venceram concorrências beneficiadas por cláusulas restritivas nos contratos. Ao todo, o investimento do PAC para saneamento básico e distribuição de água na capital do Mato Grosso é de R$ 219,5 milhões, dos quais cerca de R$ 10 milhões já foram utilizados. As prisões são baseadas em investigações do Tribunal de Contas da União, Ministério Público da União e Ministério Público do Estado. A suspeita de fraude não é o único problema envolvendo a Sanecap e obras do PAC. Há também um processo administrativo aberto após acidente em que dois operários morreram soterrados, em 4 de agosto.

RELACIONAMENTO A DOIS


RELACIONAMENTO A DOIS:GOSTAR DE ALGUÉM QUE LHE FAZ MAL É VIRTUDE OU FRAQUEZA EMOCIONAL? Não há como fugir à regra. Todo ser humano é o resultado de diversos universos, valores e costumes, todos indissociáveis, complementares e não muito bem conhecidos por aqueles que os possui. Por isso mesmo, não existe nenhum indivíduo totalmente ‘frio e calculista’, como afirmam alguns. Ou aquele que só sabe conduzir a vida levado pela ‘emoção’. Não há como separar as partes que formam o todo, a fim de definir o caráter de alguém. Ninguém é totalmente razão ou emoção, tampouco totalmente ruim ou caridoso, e até mesmo o mais cruel dos assassinos demonstra, vez por outra, o seu obscuro lado afetivo e protecionista. Desse emaranhado de juízos e mecanismos que regem o comportamento humano é que resultam situações impossíveis de serem controladas ou administradas logicamente. Quantas vezes não se ouve dizer por aí “eu sou burro, não queria ter feito isso”. Ou então: “não consigo entender porque sou assim!”, “não consigo mandar no meu coração...”, “por que eu fiz aquilo?”, etc. Esses são questionamentos absolutamente normais a qualquer ser humano. Quem nunca amou sem ser amado e, mesmo assim, lutou com todas as forças e sofreu solitariamente pelo inalcançável amor? Quem nunca se deixou levar por um relacionamento absolutamente impossível e infrutífero? Nessas horas, dizem que o amor é cego, ou que a pessoa apaixonada perde por completo a razão. Mas será que, por mais conflituosa que possa parecer a situação, uma das partes de sua essência pode suplantar as outras? A resposta é sim, desde que haja permissão. Razão e emoção são dois conceitos complementares e que, portanto, não devem ser administrados ou sentidos de forma individualizada. Logicamente, algumas pessoas deixam mais à mostra um lado do que outro. E isso se sobressai, mas está longe de ser uma qualidade. A emoção pede a você que se entregue a um amor descabido. Mas aí vem a lógica e lhe avisa que agir assim não será bom, e ouvi-la pode evitar o sofrimento. O mecanismo é muito parecido com o empregado na hora de atravessar uma rua movimentada. Se você está com pressa, a emoção pede que se atravesse no meio dos carros, a fim de atingir o outro lado da rua o mais rápido possível, afinal, essa é a primeira e mais instigante vontade que nos surge. Ao mesmo tempo, a razão entra em ação. E é partir dela que iremos calcular a velocidade desenvolvida pelos carros e por nós mesmos, para saber se a travessia será segura ou trará prejuízos a nossa integridade física. Só a partir da ponderação dessas duas análises é que a decisão será tomada. Portanto, quando se ama sem ser amado, quando se ama alguém que só lhe faz mal, quando se deseja algo que não deveria ser desejado, ou mesmo na hora de escolher entre um doce e um salgado, é hora de recorrer aos pratos da balança. Porque o resto, por si só, nosso corpo, mente e espírito se encarregam de fazer.

sábado, 29 de agosto de 2009

SOCORRO EU PRECISO DE AJUDA.


Conversamos com estas pessoas e tivemos conhecimento de suas vidas do passado, tinham famílias , emprego púbico etc.Devido aos problemas não tiveram forças para vencer, foram derrotados, moram na rua eles querem a nossa ajuda.







UMA PALAVRA PODE MUDAR A SUA VIDA.




sexta-feira, 28 de agosto de 2009

FLAGRAS DE ASSALTOS


FLAGRAS DE ASSALTOS:AS FILMAGENS REALMENTE AJUDAM A ESCLARECER O CRIME OU APENAS MOSTRAM A OUSADIA DOS CRIMINOSOS? Segundo dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa, atualmente, a 83a posição no ranking da passividade mundial. Entre os países de regime autoritário e de economia desestabilizada, como acontece com a maioria dos integrantes do Oriente, a situação é ainda pior. O Iraque, por exemplo, está na 121ª posição; Israel, na 119ª , e a Nigéria, na África, na 117ª. Entre os mais pacíficos estão Japão, na nona posição; Dinamarca, na terceira, e a campeã, Noruega, que sustenta o título de nação mais pacífica do globo. A existência de um governo eficiente, responsável e que preste conta à sociedade parece ser a lei determinante da paz entre um povo. Estabilidade econômica e regimes que prezem pela democracia também contribuem para a paz, acreditam os estudiosos. Apesar de o Brasil apresentar os requistos básicos para a manutenção da paz, o cotidiano do País mostra que ele ainda está longe de alcançá-la. Com apenas 3% da população mundial o Brasil concentra 9% dos homicídios cometidos no planeta. Trezentos milhões de reais por dia é o custo estimado da violência brasileira, o equivalente ao orçamento anual do Fundo Nacional de Segurança Pública, e um valor superior ao envolvido na reforma da Previdência que tanto mobilizou os governos. Esses valores não contabilizam o sofrimento físico e psicológico das vítimas da violência, uma das mais dramáticas do mundo. Ainda de acordo com a ONU, com relação aos homicídios envolvendos jovens de até 25 anos, os números brasileiros são 88 vezes maiores que os da França, e poucos países sofrem as ações de terrorismo urbano como as praticados por traficantes no Rio de Janeiro. Na Grande São Paulo são praticados cerca de 2 mil roubos todos os dias, mas apenas 3% dos criminosos são presos no momento da ação. Os dados mostram também que, de forma geral, em comparação com a década passada a criminalidade brasileira cresceu 48%. O alerta deixado pela ONU, diante da violência brasileira, é preocupante: para a Organização, se nada for feito nos próximos anos, a tendência é o crescimento das estatísticas, o que levaria o Brasil a uma situação “seguramente irreversível”.

UNIVERSAL A IGREJA QUE AJUDA A SOCIEDADE



Pastor Geraldo Vilhena fala enquanto muitos perdem tempo falando mal de nós, ganhamos tempo ajudando o próximo. A IURD distribuiram kits de higiene pessoal e LEITE para os familiares dos internos e funcionários de algumas unidades da Fundação Casa. Foi uma grande surpresa para os familiares que puderam entrar para suas visitas com um sorriso no rosto e muita alegria no coração."Podem falar ou mal dizer, que está com Deus não tem nada a temer, enquanto param pra falar mal, mais cresce a Igreja Universal"







quinta-feira, 27 de agosto de 2009

PRISÕES BRASILEIRAS FAÇA SEU COMENTÁRIO


PRISÕES BRASILEIRAS:O QUE MAIS PREJUDICA A EFICIÊNCIA DELAS É A CORRUPÇÃO, A FALTA DE ESTRUTRA OU AS LEIS DO PAÍS? Aproximadamente 60% da população carcerária brasileira volta a reincidir no crime depois de ganhar liberdade. Em alguns estados do norte e nordeste, a reincidência entre esse grupo ultrapassa 85%. Os dados são do Sistema de Informações Penitenciárias do Governo Federal (Infopen). Atualmente, o Brasil tem a oitava maior população carcerária do mundo, com aproximadamente 500 mil detentos em penitenciárias e delegacias. Em 1995, a proporção era de 95 presos para cada 100 mil habitantes. Hoje, esse número aumentou consideravelmente e chega a 227 presos para cada 100 mil habitantes. A taxa média da América Latina é de 165,5 por 100 mil. Dados da Secretaria Nacional de Segurança Pública apontam que existem cerca de 500 mil mandados não cumpridos. Se fossem executados, a população carcerária brasileira dobraria, atingindo um milhão. Esse ritmo de crescimento do total de detentos tem superado há muito tempo as vagas criadas pelo sistema penitenciário. Para acabar com o déficit de cerca de 200 mil vagas nas cadeias de todo o País seriam necessários, portanto, investimentos da ordem de R$ 6 bilhões, informa o Infopen. Procurando amenizar essa situação, a Justiça tem evitado mandar para a cadeia os condenados por pequenos delitos, crimes menos graves, praticados sem violência e que teriam penas de, no máximo, quatro anos de detenção. Como consequência, pela primeira vez no Brasil, no final de 2007 as penas alternativas superaram as prisões, e assim permanece até hoje. Atualmente, são quase 500 mil brasileiros prestando serviços comunitários, pagando multas ou cestas básicas para acertar as contas com a Justiça. Dados do Ministério da Justiça mostram que, entre os que cumprem pena alternativa, apenas 5% voltam a reincidir no crime, contra média de 70% dos encarcerados. Em alguns países da Europa, 75% dos criminosos recebem penas alternativas, também devido ao déficit de vagas nos cárceres locais.

FÉ COLORIDA


Fé Colorida
Por que tentam denegrir o trabalho da Iurd e, em especial, sua liderança? O que está por detrás dessa perseguição implacável?
O povo de Deus tem conhecimento de que as entidades infernais usam e abusam de seus subservientes na Terra. Mas o que poucos sabem é que elas os têm usado para monopolizar a fé de forma emotiva e tradicional: a fé colorida.
Esse tipo de fé tem conduzido os incautos a acreditar nas fantasias criadas pela arte e imaginação pagãs com fins exclusivamente econômicos. É o caso do natal, páscoa, sexta-feira da paixão, dia dos mortos, dia das almas, etc. Cada dia santo é motivo para alavancar indústria e comércio. O pano de fundo sempre é a fé emotiva, em nome do cristianismo.
Por conta do discurso revelador da Iurd, que tem promovido a fé consciente, separada de sentimentos e entusiasmos, verifica-se logo um andar na contramão. Obviamente, isso provoca verdadeira revolução na sociedade, contrariando interesses político-econômicos.
Se Deus existe, conforme se tem crido, por que não cobrar dEle respostas às necessidades vigentes? Se Ele atendeu no passado, por que não vai atender no presente?
Esse é o tipo de fé que satisfaz tanto a Deus quanto aos que nEle creem. Nela há coerência.
Ou Deus existe ou não existe. Como sabê-lo?
Fatos irrefutáveis são a única resposta.
Publicado por
Bispo Edir Macedo

EXPLORAÇÃO SEXUAL


Exploração sexual
Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) inocentou dois réus acusados de terem feito sexo com meninas de 13, 14 e 15 anos, acompanhando a decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), de que não houve exploração sexual, pois as meninas já estavam corrompidas por serem “prostitutas reconhecidas”, não gozando, portanto, “de boa imagem”. Cabe ao Judiciário julgar, mas a decisão criou uma lamentável jurisprudência em favor da legião de criminosos que, inescrupulosamente, explora crianças e adolescentes. O argumento de que os réus são inocentes, porque as meninas já tinham sido exploradas sexualmente em outras ocasiões, vai contra a Constituição Federal, que atribui à família, à sociedade e ao Estado o dever de colocar a criança e o adolescente a salvo “de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”. Contraria, também, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e a Convenção Sobre os Direitos da Criança, que convoca os Estados a tomarem todas as medidas para assegurar que as crianças estejam protegidas da exploração sexual. Assim, espera-se que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) tenham bastante sensibilidade ao julgar o recurso à decisão do STJ, de forma a não repetir os argumentos apresentados nas outras instâncias. Afinal, nenhuma criança ou adolescente se submeteria à prostituição se não fossem obrigados ou tivessem outra opção para contornar a miséria, que humilha e mata. Antônio Bulhões, deputado federal pelo PMDB/SP

A FÓRMULA DO AMOR


A fórmula do amor
Por Ivonete Soares redacao@folhauniversal.com.br Um casamento solidificado e feliz faz bem para a saúde. Já o divórcio é capaz de trazer sérias consequências e efeitos nocivos para o corpo. É o que mostra uma pesquisa da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, feita com 8.652 pessoas, de 51 a 61 anos de idade. O estudo aponta que entre os divorciados, a incidência de doenças crônicas, como o câncer, por exemplo, era maior em 20% dos casos. O índice cai para 12% quando as pessoas casam novamente. Para a psicoterapeuta familiar e de casais Margarete Volpi, fundadora do Instituto Volpi & Pasini – Psicologia Sistêmica, de São Paulo, as dores e mágoas acumuladas ao longo da vida podem, sim, causar danos ao organismo. “É bem provável que as pessoas que já vivenciaram um divórcio tenham maior propensão a doenças, mas não podemos nos esquecer de que tantas outras que também passam por experiências negativas, como a perda de um ente querido ou do emprego, também podem ser acometidas pelo mesmo mal”, explica, acrescentando que um bom casamento não pode ser encarado como antídoto para enfermidades, mas a forma como as pessoas fazem a prevenção delas. Um outro estudo, feito pela Universidade Australiana Nacional, analisou cerca de 2,5 mil casais para identificar as razões da longevidade do casamento. As conclusões são as de que só o amor não é suficiente para manter imbatível um relacionamento ao longo do tempo. A pesquisa aponta fatores que influenciam diretamente o insucesso no amor. Casamentos onde o marido é pelo menos 9 anos mais velho que a mulher são duas vezes mais propícios ao divórcio, e os que acontecem antes dos noivos completarem 25 anos de idade, por exemplo, têm mais chance de acabar. O dinheiro também exerce forte influência sobre os casais, de acordo com o estudo. Cerca de 16% dos que disseram ser pobres ou que o marido havia perdido o emprego, se separaram.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

SOLTEIRO à PROCURA


SOLTEIRO À PROCURA:UMA OPÇÃO OU FALTA DE OPÇÃO?Você já deve ter percebido: todo solteiro parece ostentar um orgulho pelo feito, ou melhor, pelo que não fez: se casar! Ele se gaba, diante dos casados, por poder desfrutar uma liberdade sem igual, por poder viajar para onde achar melhor, por poder sair de casa a hora que quiser e voltar a hora que bem entender. E ele enche o peito de orgulho por ser assim. “Casar é a última coisa que eu quero que me aconteça”, diz ele, como que disparando uma arma contra os casados. Entender o que se passa no íntimo de um solteiro não é tarefa das mais fáceis. Ao mesmo tempo em que ele ergue a bandeira da liberdade, quando vai a um bar, quando vai viajar para onde “bem entende” ou mesmo quando a saída é para dar só uma passadinha no supermercado, há sempre uma tarefa subentendida aí: ele quer encontrar alguém! Por mais contraditório que possa parecer, o grande orgulho do solteiro é a liberdade de procurar alguém a hora e no local em que ele quiser. Só isso. Afinal, o que estão fazendo todos os solteiros num sábado à noite? Procurando alguém, lógico! Os solteiros se julgam acima dos casados porque podem procurar alguém para ficar, sábado à noite. E os casados, que já encontraram sua cara-metade, são vistos por eles como seres menores, e isso simplesmente porque conquistaram o que os solteiros mais querem. Mas uma coisa não se pode negar: o solteiro está na moda, e o comércio está de olho neles. Comidas prontas e enlatadas, lavanderias que prometem roupas passadas e lavadas em pacotes especiais. Bares e restaurantes exclusivos, pacotes de viagem com apartamento especialmente decorado para os “Singles”. Ou seja, o mercado nunca se preparou tanto para que o solteiro possa ostentar seu maior orgulho: estar à procura daquilo que os casados já encontraram. Até o IBGE está de olho neles. De acordo com o instituto, existem quase 53 milhões de pessoas solteiras com mais de 18 anos no País. O número é equivalente a 30% da população total do Brasil. Na década de 90, o número de solteiros com idade superior a 18 anos era de quase 16 milhões. De lá para cá, eles aumentaram 70%. Os solteiros nunca estiveram tão felizes quanto agora, com os dados divulgados pelo IBEG, afinal, mais de 50 milhões de pessoas sozinhas é um valor que dá força a essa categoria. Mesmo que todos os seus integrantes estejam à procura de alguém...

IURD AMC VISITA FEBEM DO BRAS












AMC visita Fundação Casa(antiga Febem)
São Paulo/SP – A Associação de Mulheres Cristãs (AMC)
realizou, no mês de outubro, com o grupo de evangelização da IURD, uma ação social na Fundação Casa (antiga Febem) do Brás, Zona Leste de São Paulo. De acordo com a responsável pelo grupo, Rosana Gonçalves, as mulheres da associação têm arrecadado doações e as repassado a instituições que trabalham com crianças e adolescentes. – Esse é o nosso segundo evento. No primeiro, na Sociedade Pestalozzi de São Paulo, reformamos a sala de leitura das crianças. Para os internos da Fundação Casa, trouxemos kits com a Bíblia e outras literaturas. A cantora Sula Miranda, que também faz parte da Associação, participou do evento. Para ela, contribuir com esse trabalho é um presente de Deus. – Estou feliz por fazer parte da AMC, que tem um excelente propósito. Esse é um momento especial para mim, estou lançando um CD e vou cantar para os jovens aqui. Creio que uma semente será plantada no coração deles. A diretora da unidade, Alba M. Santana, afirmou que iniciativas como essa ajudam na inclusão social dos menores. Transformação de vida O ex-interno Rogério Gonçalves passou um ano e cinco meses em uma das unidades da antiga Febem. Nesse evento, ele relatou aos menores a transformação ocorrida em sua vida após ter uma experiência com o Senhor Jesus. – Tive contato com a Palavra de Deus na Febem. Ao sair de lá, não queria mais voltar à vida de antes. Então, decidi mudar de rumo e entreguei minha vida ao Senhor Jesus. Hoje, sou casado, tenho um filho e Deus tem me honrado – contou.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A FAZENDA VOCÊ CONCORDA COM A


A FAZENDA:VOCÊ CONCORDA COM A DECISÃO DO PÚBLICO PARA O GRANDE VENCEDOR?Dado Dolabella foi o grande vencedor do reality “A Fazenda” e levou para casa o prêmio de R$1 milhão. O programa “A Fazenda”, da Rede Record, após 78 dias no ar chegou ao final. Depois de divulgada a eliminação do comediante Carlinhos, com 65% dos votos do público, o apresentador Britto Jr. anunciou que os participantes que estariam na final seriam Dado Dolabella e Danni Carlos. A última eliminação antes da final aconteceu na noite de quarta-feira (19) e começou muito tensa e com um claro ambiente de rivalidade. Britto Jr., porém, anunciou o eliminado sem muitas delongas, amenizando o clima pesado entre os peões. Assim que a notícia foi dada e Carlinhos eliminado, Dado disse a ele que as desavenças entre os dois ficariam restritas ao reality e que ele o esperararia na festa que ele daria para comemorar a vítória do programa. O clima no último dia de jogo é de tristeza e melancolia. Os finalistas sofreram ao se despedir dos animais da fazenda. Danni Carlos caiu em lágrimas ao dar adeus às ovelhas, animais que ela mais se aproximou no jogo. "Sejam felizes de um jeito ovelha. Tchau! Um jeito ovelha de ser feliz. Foi divertido, foi muito divertido. Tchau, tchau, tchau, tchau...", brincou a cantora, acrescentando: "Béééé... Nunca vou esquecer vocês, viu? Beijo!". Já Dado lembrou do nascimento de uma ovelhinha. “Foi bem aqui, Danni. Foi aqui que a Tirulira nasceu. Mamãe Mireandela é uma guerreira”, disse ao recordar do parto de que ele participou.

PEDOFILIA EM SOROCABA


Pedofilia em Sorocaba
O secretário de Administração de Sorocaba (SP), Januário Renna, de 63 anos, foi preso, no sábado (15), por policiais da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio, do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), em um motel de Itu (SP), com três jovens de 14 e 15 anos. Segundo o promotor da Infância e da Juventude de Sorocaba, Antônio Domingues Farto Neto, as garotas receberiam R$ 100 cada por atos sexuais com o secretário. Renna, que foi exonerado do cargo, poderá ser enquadrado, pela nova Lei da Pedofilia, por conjunção carnal ou outra prática de ato libidinoso com menor de 14 anos, o que prevê pena de 8 a 15 anos de prisão. Ele também pode pegar até 10 anos, por submeter, induzir ou atrair à exploração sexual alguém menor de 18 anos.

A GRANDE MENTIRA


A grande mentira
O programa “Repórter Record” do último dia 16 trouxe à tona questões que a “Rede Globo” de televisão tem que responder. O programa mostrou que a compra da estação da emissora carioca em São Paulo está entre os casos mais nebulosos envolvendo as “Organizações Globo”. Na década de 50, Oswaldo Ortiz Monteiro, que era o principal acionista da “TV Paulista”, decidiu vender a emissora para o empresário Vitor Costa Petraglia. No papel, porém, a venda nunca chegou a se concretizar, pois Petraglia morreu antes da transferência. Mas, na prática, a história foi outra: mesmo sem os documentos, o filho de Petraglia vendeu a “TV Paulista” para Roberto Marinho, em 1964. Conforme mostrou o “Repórter Record”, a família de Oswaldo Ortiz Monteiro começou a investigar o caso na década de 90, após a morte dele, e só conseguiu acesso aos documentos da “Rede Globo” depois de entrar na Justiça. Mesmo assim, após passarem por perícia, foram verificadas várias falsificações, como o uso de dois nomes no termo de transferência, o uso de assinaturas de pessoas que já haviam morrido no ano em que o contrato foi firmado ou em procurações fraudulentas, e o uso da mesma máquina de escrever em documentos datados com anos diferentes. De acordo com a perícia, as assinaturas foram montadas. Em 2003, dois pareceres do Ministério Público Federal reforçaram as fraudes. Hoje, a ação aguarda julgamento do Superior Tribunal de Justiça. As irregularidades com a sede da “Rede Globo” em São Paulo não param por aí. Vizinho à propriedade da emissora, na zona sul da capital paulista, um enorme terreno da Secretaria de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, avaliado em mais de R$ 11,4 milhões, está cercado e inserido dentro das instalações da “Globo”, como se fosse sua propriedade, revelou o “Repórter Record”. A área, um espaço público de quase 12 mil metros quadrados, teve o acesso fechado. A emissora da família Marinho também já foi alvo de dezenas de autos de infração aplicados pelo Ministério da Fazenda e outras infrações que passam por análise nesse momento. Entre elas, o telebingo Papa Tudo – criado em 1996 e que prometia prêmios milionários, muitos deles nunca pagos, cujo processo está parado – e a compra do Projac, centro de teledramaturgia da “Globo”. A emissora conseguiu emprestados R$ 40 milhões dos cofres públicos num ato considerado ilegal, pois, como permissionária de concessão pública, a empresa não poderia obter o empréstimo.

FAÇA UM COMENTÁRIO PORQUE ESTA ATITUDE



Médico é mantido preso em SP
O médico Roger Abdelmassih, de 65 anos, especialista em reprodução assistida e dono de uma das clínicas de fertilidade mais famosas do País, teve o pedido de habeas- corpus negado na quarta-feira (19). Ele foi preso em São Paulo, 2 dias antes, por ordem da Justiça e deve ficar atrás das grades até o fim do processo. O médico foi indiciado em junho pela Polícia Civil, sob suspeita de estupro e atentado violento ao pudor contra mais de 50 ex-pacientes. Ele também é investigado por manipulação genética.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

UMA PALAVRA PODE MUDAR A SUA VIDA


FALA VOLUNTÁRIOS




FUTSAL NA FUNDAÇÃO CASA UI- NOVA VIDA

























Final de férias escolares é comemorado com futsal na UI-Nova VidaAs equipes de futebol da unidade Nova Vida (V.Maria) participaram de mais um jogo amistoso contra o time da Força Jovem da Igreja Universal do Reino de Deus, da matriz do Brás-SP. A partida foi disputada na tarde de sábado último (15/08), proporcionado aos jovens não somente o acesso à atividade esportiva, como também incentivo à inclusão social e viver sua vida em compromisso com Deus.Em clima de descontração, todos os presentes puderam saborear pipoca com suco."Todos saimos vencedores", ressaltou o diretor da unidade sr. Leandro Medeiros Della Mina ,que também participou do jogo, premiando com medalhas os que mais se destacaram na partida, e trofeus para os times da CASA,ofertados pelos visitantes, em retribuição ao comportamento exemplar dos jovens internos,pois princípios fundamentais como disciplina, respeito ao próximo e obediência, fazem parte também do esporte e permearam a atividade esportiva desta tarde. Ainda segundo o diretor da unidade,a colaboração da Igreja Universal do Reino de Deus na recuperação dos adolescentes é muito importante, pois também o esporte agrega valores relevantes `a cidadania, estimulando o espírito de cooperação entre os jovens que cumprem medida socioeducativa .

EVA